29.4.11

19: O sentido da vida




"Se as fibras nervosas do cérebro fossem esticadas uma
ao lado da outra, alcançariam a Lua e voltariam à Terra.
É por não estarem assim que o homem chegou lá.
O emaranhado dentro de nossa cabeça é que nos faz humanos."
Colin Blakemore

Olá!


Para a postagem de ontem, reli o capítulo 1 do livro "Conversando com Deus" diversas vezes e procurei assimilá-lo ainda mais.
E... sabe aqueles dias que são simplesmente perfeitos?
Hoje foi um deles!
Não por razões externas e sim internas.
Uma parte do livro ainda está "impregnada" em mim e isso é maravilhoso.



Sorria!
Sorrir abre caminhos, desarma os mal-humorados, contamina. 
Mas sorria com a alma, não apenas com os lábios.
Lea Waider




Como ontem publiquei o maior texto até agora (livro comentado acima), hoje serei muito breve.
Segue abaixo um texto bastante curto, mas FANTÁSTICO!
Tenha um excelente final de semana!
Com carinho,
Marcia




“O sentido da Vida”


No passado a ciência, através do seu orgulho, desprezou a eterna e incansável procura do homem pelo sentido da sua vida.
A ciência atual nos mostra que somos seres vibracionais, somos energia e por esta razão devemos cuidar não apenas de nosso corpo físico, mas de nossa mente e de nosso espírito.
Agora estamos entendendo que o desenvolvimento da inteligência espiritual por meio de oração, meditação e busca de respostas existenciais aquieta o pensamento, apazigua as águas da emoção e consequentemente cura todos os males, sejam eles físicos ou não.
Embora haja radicalismos e intolerância religiosa que depõem contra a inteligência espiritual; procurar por Deus, conhecê-Lo e amá-Lo é um ato não apenas necessário, mas inteligentíssimo. Imprescindível.
O amor do ser humano pelo verdadeiro “Autor da Vida” produz força na fragilidade, consolo nas tempestades, segurança no caos, enfim, é a melhor solução, SEMPRE!
Apaixonar-se por Deus é o maior dos romances.
Procurá-Lo, a maior aventura.
Encontrá-Lo, a maior de todas as realizações...



Nenhum comentário:

Postar um comentário

"Toda reforma foi em algum tempo uma simples opinião particular." (Ralph Waldo Emerson)