17.6.11

68: Asa de uma borboleta & Teia de aranha



No mistério do sem-fim 
equilibra-se um planeta. 

E, no planeta, um jardim, 
e, no jardim, um canteiro; 
no canteiro uma violeta 
e, sobre ela, o dia inteiro. 

Entre o sem-fim e o planeta 
a asa de uma borboleta. 

Cecília Meireles 



Olá!
Uma pena leve, solta, sendo carinhosamente carregada por uma bela brisa; é assim que me sinto agora. Não sou este corpo físico, mas sinto muito amor, gratidão e respeito pelo "templo" da minha alma e cuidarei muito bem dele, enquanto estiver neste plano. 



Ao mesmo tempo, procuro transcender a matéria e me percebo como um ser infinito, universal, leve, sublime, sagrado, exatamente como são todas as demais pessoas e seres. 




O que importa é que sou feita da mesma energia de Deus e de todo o universo e reconhecer isso e poder aplicar este conhecimento em minha vida é no mínimo um privilégio. 



Só sei que me permiti ser guiada por esta força invisível e poderosa, esta consciência maior que está presente em todo o universo "material" e "espiritual". Esta força amorosa e sábia sussurrou em meus ouvidos que o texto abaixo é suficiente para hoje e que alguém irá se beneficiar dele, mesmo já sendo conhecido. Então, por hoje é só! Que assim seja...


"A aranha"


Uma vez um homem estava sendo perseguido por vários malfeitores que queriam matá-lo. O homem correndo, virou em um atalho que saía da estrada e entrava pelo meio do mato e, no desespero, elevou uma oração a Deus da seguinte maneira:

-" Deus Todo Poderoso fazei com que dois anjos venham do céu e tapem a entrada da trilha para que os bandidos não me matem!"

Nesse momento escutou que os homens se aproximavam da trilha onde ele se escondia e viu que na entrada da trilha apareceu uma minúscula aranha.
A aranha começou a tecer uma teia na entrada da trilha. O homem se pôs a fazer outra oração cada vez mais angustiado.

-" Senhor, eu vos pedi anjos, não uma aranha. Senhor, por favor, com tua mão poderosa, coloca um muro forte na entrada, para que os homens não possam entrar e me matar."


Abriu os olhos esperando ver um muro tapando a entrada e viu apenas a aranha tecendo a teia.
Estavam os malfeitores entrando na trilha, na qual se encontrava esperando apenas a morte, quando passaram em frente da trilha o homem escutou:

-" Vamos, entremos nesta trilha!"

-" Não, não está vendo que tem até teia de aranha? Aqui ninguém entrou...


Autoria desconhecida

...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"Toda reforma foi em algum tempo uma simples opinião particular." (Ralph Waldo Emerson)