29.7.11

110: Meus "devaneios"...


Olá!
22:22h: Olhei no relógio e fiquei na dúvida se assistia a um filme que havia gravado ou se escrevia no meu blog. Pensei, pensei e sabe o que fiz? Comecei a trabalhar! Haviam algumas "coisinhas" pendentes e fui adiantá-las. Senti que se não estava conseguindo descobrir qual das duas era a melhor opção para esta noite, era porque nenhuma era a mais adequada naquele momento, segui minha intuição e minha dúvida desapareceu.



Fiquei feliz, pois desapeguei e além de me sentir orgulhosa por trabalhar numa sexta à noite, rapidamente terminei o que precisava e me veio uma inspiração para o blog: escrever algumas coisas que creio ter aprendido até hoje. Se você não gostar dos meus "devaneios", pelo menos poderá apreciar algumas belas imagens. 




"Meus devaneios..."


 
"Certos dias sinto uma conexão com Deus tão forte, tão real que tenho a impressão de estar no paraíso; tudo parece tão perfeito. Sinto uma alegria, uma paz indescritível, um encantamento pela vida que parece vir do mais profundo da minha alma."



"Às vezes penso que estava completamente enganada, não consigo nem lembrar como era; nada mais faz sentido, tudo parece tão triste, imperfeito e confuso. E... em outros momentos estou ocupada demais e não penso nisso."




"Em qualquer um destes instantes, minhas interpretações dos fatos ao meu redor alteram a minha frequência vibratória. 
E é justamente ela que permite ou rejeita a minha conexão com Deus; podendo dar a impressão de que "Deus simplesmente desapareceu", está presente mas um pouco "afastado" ou está mais "presente do que nunca".




"Mas Ele jamais "se afastou", esteve sempre comigo, eu é que em determinados momentos, não consegui  senti-Lo! Que bom se eu conseguisse lembrar disso sempre. Mas será que não é justamente este o "tempero" da vida? Dias bons, médios e ruins?"




"Deus está em mim e eu estou em Deus. 
Eu e Ele somos um, assim como eu e todas as pessoas somos um. Estamos todos conectados, ligados, eternamente... E a própria ciência (física quântica) corrobora esta teoria. Não é maravilhoso viver numa época em que a ciência começa a desvendar "Deus" e a nossa essência?"




"Não há nada mais maravilhoso do que segurar no colo um bebê que signifique muito para nós; nestes momentos se manifesta a forma mais pura de amor incondicional."




"Água é essencial para a Vida de praticamente todos os seres do planeta, por esta razão é um grande presente de Deus, mas quantas vezes lembramos disso quando tomamos chuva?
Reclamamos ou agradecemos?
Nossa reação pode desencadear fatos que culminem num dia maravilhoso (em que nos permitimos voltar a ser criança e brincamos na chuva) ou... naqueles dias em que parece que nada dá certo, pois a água estragou nosso cabelo. Uma pequena reação pode fazer uma enorme diferença..." 




"Ah... o AMOR!!! Pode ser maravilhoso, assustador, necessário, mal compreendido, divino, injustiçado, infinito, "condicional", miraculoso, vulnerável, belo, apaixonante e incerto. Ainda assim creio que não deva existir uma pessoa neste planeta que não o deseje, mesmo que não admita."




"Não compreendo como algumas pessoas podem observar a natureza e acreditar que tudo foi obra do acaso e concluir que não existe uma Fonte de Amor e Sabedoria por trás de tudo isso. 
Como algo que me parece tão óbvio pode ser tão improvável para outros?
Talvez a reposta resida no fato de que os céticos precisam compreender que seus olhos "físicos" jamais poderão ver Deus. Para "vê-Lo" é preciso olhar com a alma, abrir o coração, enxergar além, transcender esta realidade física. Creio que este "exercício" assusta até mesmo os maiores cérebros intelectuais/racionais. É uma pena... Eles não sabem o que estão perdendo."




"Diversos estudiosos comentam sobre a mente subconsciente, dizem que ela comanda de 90 à 95% da nossa vida, contra apenas 5 a 10% da mente consciente. Na minha opinião, isso faz sentido, pois conscientemente quem escolheria  passar por tantos desafios? Nosso lado consciente só faria escolhas "positivas". É por esta razão que precisamos estar atentos com tudo o que pensamos, vemos, falamos, sentimos, acreditamos, pois tudo isso fica gravado em nossa mente subconsciente como uma semente que um dia poderá brotar.
Você cresceu ouvindo que a vida é dura? Que amar é sofrer? Que não se deve confiar nas pessoas? Que dinheiro não dá em árvore? Que todo político é corrupto? etc... Se sim, cuidado! Pois a menos que reprograme seu subconsciente, é assim que sua vida será. E isso vale para tudo, amor, dinheiro, trabalho, Deus, saúde, política..."




 "Existem muitas coisas belas na minha vida. Na maioria das vezes me sinto uma pessoa abençoada e feliz. E creio que as maiores verdades são simples, óbvias, "clichês". Como por exemplo: "A felicidade está nas pequenas coisas..."




"Confesso que uma coisa aparentemente "pequena" me traz muita felicidade, adivinhe o que é?!
Fico MUITO feliz quando vejo um novo seguidor neste blog, quando alguém deixa um comentário e quando vejo as visualizações aumentando.
Meu coração acelera e fico imaginando quem é esta pessoa, como chegou até aqui, onde está, como está a sua vida, o que veio buscar, o que está sentindo... Sempre desejo que haja algum tipo de troca de energia interessante e que a pessoa receba meu amor, meu carinho e minha eterna consideração.
Então se você chegou até aqui, muito obrigada por existir, pois você completa o meu dia..."


Até amanhã!


:)






...


Um comentário:

  1. Que bom saber disso, rsrs, pois é sou um" novo seguidor" Estou amando o seu blog! Bjinhos da josy.

    ResponderExcluir

"Toda reforma foi em algum tempo uma simples opinião particular." (Ralph Waldo Emerson)