6.8.11

118: Recebendo alguns sinais...


"Imagino que para lidar com as diferenças entre nós e as outras pessoas, temos que aprender compaixão, autocontrole, piedade, perdão, simpatia e amor, virtudes sem as quais nem nós, nem o mundo, podemos sobreviver."
(Wendell Berry) 

Olá!

Acordei tarde. Assisti a um lindo filme (Sim, sou meio cinéfila). Pensei na vida. Fiz compras. Comi chocolate (de novo).  Trabalhei um pouquinho. Experimentei um novo restaurante. Revi alguns familiares que amo muito. Conversei sobre o amor com um novo amigo. Iniciei a leitura de um novo livro. Caminhei. Tive um dia bastante agradável. Terminou com dois jantares deliciosos com pessoas fantásticas, há algo melhor do que boa comida e boa companhia juntos?



Mas outra coisa interessante aconteceu. Coincidência??? No Natal de 2007 ganhei de presente de natal um belo livro com mensagens muito belas, sobre amor, perdão, fé, reconciliação, etc. Chamarei a pessoa que me deu o livro de "X". No início deste ano eu comprei uma cópia deste livro e dei a uma vizinha do meu prédio, pois achei que ela iria gostar. A pessoa que me deu o livro nunca o leu, pois me disse que gostou do título e por isso o comprou. Eu já o li inúmeras vezes e mantenho a minha cópia ao lado da cama, para me inspirar com suas mensagens. Inclusive foi o livro que li para meu pai quando ele estava em coma.

"Perdão foi feito, foi feito pra gente pedir."
(Mário Lago)

O mais intrigante é que justamente a pessoa que me presenteou este livro, foi quem me magoou recentemente. Por esta razão comentei algumas vezes nas últimas publicações sobre o perdão. Hoje a tarde, eu estava na recepção do meu prédio quando uma vizinha me chamou e disse: - Marcia, uma dia você me deu o livro X e eu comecei a ler no meu trabalho. Comecei a chorar, é lindo... Me inspirou tanto que liguei para duas pessoas próximas com quem eu não falava há anos e as perdoei e hoje estamos super bem graças à você, então trouxe um livro de presente pra você, na tentativa de retribuir seu gesto. 

"Só quem entende a beleza do perdão, pode julgar seus semelhantes."
(Sócrates)

As "coincidências" não param. O mais incrível é que o grau de "parentesco" entre ela e as pessoas que ela teve que perdoar é o mesmo que tenho com a pessoa X. Sinto como se o universo estivesse falando comigo através de sinais, indiretas e às vezes até "diretas". Pois é... Vou me esforçar mais neste sentido. Amanhã terei mais tempo e pretendo ler um material que uma querida seguidora deste blog me enviou, é sobre Hooponopono. Você conhece? Pretendo comentar sobre o que aprendi, pois parece ser justamente o que estou precisando.

"O fraco jamais perdoa,
o perdão é característica do forte."
(Mahatma Gandhi)


Até amanhã...


2 comentários:

  1. Respostas
    1. Olá!

      O livro chama-se: pequenos milagres, de Yitta Halberstam e Judith Leventhal.

      É lindíssimo, barato e indico!

      ;)

      Excluir

"Toda reforma foi em algum tempo uma simples opinião particular." (Ralph Waldo Emerson)