25.8.11

132: Livro: Atalho simples para a riqueza




Olá!
Sei que tenho dedicado menos tempo para este espaço, mas isso não reflete o quanto ele é importante para mim. Muitas coisas mudaram na minha vida desde que comecei a escrever aqui e outras mudanças grandes estão a caminho. Há coisas que ainda não posso escrever, mas assim que possível compartilharei com vocês.


"Coragem é o poder de deixar o familiar."
Raymond Linquist


Hoje fiquei muito feliz ao ver umas "carinhas" novas na lista de seguidores. Você não imagina o quanto isso me deixa feliz, parece um estímulo para eu continuar a trocar experiências e reflexões sobre a vida com todos vocês. Só sei que estou feliz, minha vida neste momento faz sentido e me sinto também em paz e otimista em relação à várias áreas da minha vida. Tenho me dedicado muito e começo a colher os frutos.


"O êxito consiste em alcançar o que se deseja; a felicidade, em desejar o que se alcança."
(Autor Desconhecido)


Mas mudando um pouco de assunto, encontrei um arquivo em PDF com um livro que recebi uma vez por email, chama-se: "Atalho simples para a riqueza" e pretendo copiar o início dele hoje para a reflexão de hoje. Nem sempre eu concordo com 100% do material que publico e que provem de outros autores, mas quando exponho estas ideias aqui, significa que a maior parte eu aceito como "verdade". Espero que você goste, aqui vai...


O Atalho simples para a Riqueza
Deus quer que você seja rico(a)!
por 





Dentro da filosofia existem dois campos, o Dogma e a Praxis. 
Dogma é todo ensinamento ou verdade; em geral expresso na forma de uma frase filosófica. 
Praxis é toda ação ou aplicação gerada pela verdade. 
Ou seja, enquanto o Dogma é a teoria, a Práxis é a aplicação prática.
Os ensinamentos deste livro são práticos e não dogmáticos.
Ou seja, não há teorias para se aprender aqui, este livro só contém coisas práticas e, como tal devem ser praticadas para que se obtenha resultados.
Não há nada teórico a ser aprendido aqui.
Este livro é uma espécie de manual que conduz à riqueza e é destinado aos homens e mulheres que desejam primeiro ficar ricos e somente depois de ficarem ricos destinar algum tempo a tentar entender a sabedoria que os tornou ricos.
Se o que você procura são os resultados práticos, este é o livro certo para você, se o que deseja são teorias econômicas, procure outros livros, leia Adams, leia Kiyosaki, leia Suze Orman, leia Stanley & Danko, leia Napoleon Hill.


Este livro foi escrito para pessoas de ação, que não estão interessadas nas teorias que geraram estes conhecimentos.
Qualquer pessoa, seja homem ou mulher, que puser estes ensinamentos em prática, ficará rico(a).
Não tenho nenhuma dúvida sobre isso, porque sei que os ensinamentos aqui contidos são tão sólidos como 2 + 2 = 4; são tão científicos como qualquer ciência exata.
Ou seja: seguindo estes ensinamentos você ficará rico(a), nada poderá impedir isso!
Tudo que está sendo ensinado aqui, já foi testado inúmeras vezes, não há o que duvidar, não há o que explicar.
A você basta saber que funciona!
É da vontade de Deus que você seja rico(a)!
Deus não cria ninguém pobre, visto que dá a todos a mesma quantidade de horas em seu dia.
Independente de sua raça, da cor de sua pele, de seus estudos, de sua idade e de sua condição social, seu dia tem o mesmo número de horas que o dia de qualquer outra pessoa sobre a terra.
Dependendo do que fará com a quantidade de horas que tem em seu dia, você será rico ou pobre.
Deus foi eqüânime com todos, pois deu a todos a mesma quantidade de horas por dia.
Observe que, para viver uma vida plena, você necessita ser rico.


Você não consegue viver uma vida intensa, completa e realizada, a menos que você seja rico.
Se você já leu ou ouviu falar algum elogio à pobreza, saiba que quem o fez estava interessado em manipular você, em controlar você, em subjugar você ao poder econômico que tem castrado tanta gente, ao longo de toda a história humana, desde tempos imemoriais.
Deus nos quer ricos, fomos todos criados para sermos ricos, se não somos ricos é por nossa própria deficiência pessoal que não nos permitiu compreender o que Deus espera de nós e a que fomos destinados por Deus.
Ninguém consegue exprimir totalmente seus talentos, a não ser que tenha muito dinheiro para isso.
Para desenvolver seus talentos, para polir seus conhecimentos, para aprender coisas que possam lhe permitir demonstrar seus talentos da melhor forma possível, você precisa de dinheiro, de muito dinheiro.
Para que consiga desenvolver suas emoções, seu espírito, sua devoção a Deus, é preciso que você tenha coisas e para tê-las é preciso que tenha dinheiro, muito dinheiro.


Você não conseguirá comer bem, se vestir bem, apreciar a boa música, ter móveis confortáveis e uma casa segura, se não tiver dinheiro.
A sociedade humana é organizada de tal forma que, para conviver com as pessoas; para morar adequadamente; para se locomover; para exercer sua profissão; para desfrutar de férias e diversão adequada; para proteger a si e aos membros de sua família; para ter atendimento médico adequado; para desfrutar de saúde; para poder viajar com conforto; você precisa ter dinheiro.
Observe a semente que é lançada ao solo, para que possa se desenvolver adequadamente ela necessita do solo adequado.
Toda a natureza proclama o desenvolvimento de todas as formas de vida.
A natureza tende ao progresso e ao desenvolvimento.
Tudo que existe tem direito a alcançar seu desenvolvimento pleno, segundo as leis da natureza.
Você também é parte da natureza e, como tal, tem todo o direito a se desenvolver plenamente e não é possível que se desenvolva plenamente a menos que tenha dinheiro, muito dinheiro.


Cada um de nós tem o direito inalienável de ter acesso e possuir tudo que lhe seja necessário para que consiga se desenvolver plenamente, fisicamente, mentalmente, materialmente e espiritualmente.
Ou seja, você tem o direito de ser rico(a)!
Note bem que eu não estou falando de maneira proverbial, aquela história de que ser rico é contentar-se com o que se tem - NADA DISSO!
Ser rico não é aprender a contentar-se com pouco.
Você já ouviu falar que a honestidade é a riqueza do pobre.
Isso tudo é bobagem.
Quem ensina essas coisas está interessado em dominar você, em subjugar você em lhe impor condições econômicas aviltantes!
NÃO ACEITE ISSO!


Você é filho(a) de Deus e merece ter tudo do bom e do melhor!
Você não pode se satisfazer com pouco se sente dentro de si que é capaz de usar, usufruir e degustar mais do que possui.
A natureza está aqui para nos proporcionar o desenvolvimento pleno, o progresso e o avanço, pois somos todos filhos de Deus.
A Bíblia nos diz que fomos criados à imagem e semelhança de Deus e Deus não é pobre, pois é o Senhor de todo o Universo!
Sendo nosso Pai e nosso Criador, Ele nos quer ricos!
Ele não nos criou para que fossemos criaturas mesquinhas que se contentassem com pouco, vivendo em um universo maravilhoso, infindável e pleno de riquezas!
Contentar-se com menos é pecado!
Temos direito a conseguir ter tanta riqueza quanto seja necessária para que possamos expressar nossa condição de filhos de Deus Todo Poderoso!
Pessoas que não têm muito dinheiro, não conseguem ter tudo que querem.


Para que você tenha tudo que a vida é capaz de lhe dar, você tem que se tornar rico - você tem esse direito!
Mesmo que você seja uma pessoa mediana, e não tenha cultivado em si gostos muito requintados, necessitará muito dinheiro para conseguir ter pelo menos condições satisfatórias de vida.
É justo que você se transforme na pessoa que deseja ser.
É inerente na natureza humana o desejo de realização e a relização só se torna possível se você tiver dinheiro, muito dinheiro!
Você tem direito de ser, ou se tornar, quem você deseja ser.
E não é possível se tornar o que deseja ser, sem adquirir coisas e as coisas custam dinheiro - portanto você precisa de dinheiro para se tornar o que deseja ser como pessoa.
Você não consegue crescer na vida; não consegue estudar; não consegue aprender uma profissão rendosa; não consegue ser útil ao seu próximo; a menos que você consiga comprar coisas e as coisas custam dinheiro.
Você só consegue ter coisas se tiver dinheiro e você só terá dinheiro suficiente para ter e usar as coisas que necessita quando se tornar rico.
Assim sendo, tornar-se rico(a) é a primeira condição para viver uma vida plena e realizada.
Você foi criado(a) e educado(a) para se contentar com o que tem e para acreditar que buscar a riqueza e ser ambicioso(a) é pecaminoso.
Enganaram você.
Não há nada de errado em ser rico(a)!


Querer ser rico é desejar uma vida rica, uma vida mais abundante e farta.
Qualquer um que não queira viver de forma abundante (como nosso Pai do Céu deseja para nós) é uma pessoa anormal.
Qualquer um que não queira ter dinheiro suficiente para comprar tudo que quer, é uma pessoa anormal.
Você tem direito a ter coisas que atendam seus desejos físicos, emocionais, mentais e espirituais.
Somente atendendo a esse direito, você desfrutará de uma vida plena e realizada.
A sabedoria consiste em viver plenamente sua vida física, emocional, mental e espiritual.
Se você só tem meios para garantir sua vida física, sem que tenha recursos para poder se dedicar a saciar suas emoções, sua mente e o seu espírito, você é pouco mais que um animal, ou um escravo.
Por mais que lhe digam o contrário, ninguém consegue se realizar plenamente a menos que coma boa comida, vista-se de maneira confortável, desfrute de um trabalho gratificante, tenha uma casa saudável para morar, possa distrair sua mente com prazeres salutares, cultive emoções benfazejas, possa proporcionar coisas boas às pessoas que ama, disponha de riqueza abundante que lhe permita praticar a caridade e ajudar a seu próximo, tenha condições de doar o seu dízimo à obra de Deus e dedicar-se a seu desenvolvimento espiritual.


Ninguém se considera realmente feliz a menos que atenda suas necessidades físicas, emocionais, mentais e espirituais.
E tudo isso só é possível quando se tem dinheiro.
Não se é feliz quando há desejos insatisfeitos.
Considere o desejo como possibilidades ou funções buscando expressão.
Você não conseguirá ter um desenvolvimento mental pleno se não tiver meios para ler bons livros, se não puder fazer viagens que ampliem sua percepção, se não puder conviver com a boa música e com pessoas que lhe transmitam arte e cultura.
Não é possível adquirir cultura se não puder cercar-se de objetos de arte, de boa música, de boa convivência.
Para ter alegria em seu coração, você precisa de amor, e como conquistar o amor, desfrutar do amor ou proporcionar o amor se você não tiver meios?
O maior nível de felicidade ao alcance do ser humano consiste justamente em proporcionar amor a seu próximo, a seus familiares, a seus entes queridos e como você poderá proporcionar amor a alguém, se não tiver o suficiente para isso?
Aquele que não tem o suficiente não consegue preencher o necessário para se tornar um marido, ou esposa, um pai ou uma mãe.
Sequer conseguirá dar sua contribuição como cidadão ou como ser humano.
É no uso de bens materiais que conseguimos proporcionar uma vida digna para o nosso corpo, para nossas emoções, para a nossa mente, para o nosso espírito.


É de grande importância que você se torne rico(a). É perfeitamente aceitável que você tenha vontade de se tornar rico(a), isso não é egoísmo, considerando que, apenas depois que se tornar rico(a), você terá condições de ajudar o seu próximo, de proporcionar o essencial às pessoas que ama.
Assim sendo, é absolutamente correto dedicar sua atenção a este assunto tão importante já que é um dos estudos mais necessários para que tenha uma vida realizada e útil para si e para os seus. Falhar nisso é falhar consigo mesmo(a) e com Deus.




Um método infalível



Há um método infalível para ficar rico(a) e você o aprenderá aqui de maneira simples e eficaz.
É um método tão seguro e tão eficaz, quanto quaisquer das ciências exatas, como álgebra, matemática, química ou física.
E esse método está ao alcance de qualquer um, pode ser aprendido por qualquer um e trará a riqueza certa para qualquer pessoa que o aplique diligentemente.
Da mesma forma que a natureza é regida por leis justas criadas por Deus (como a força da gravidade, a eletricidade, etc...) assim também a riqueza também obedece leis exatas, criadas por Deus.
Quando essas leis são aprendidas e aplicadas, conduzem à riqueza com a mesma infalibilidade com que o dia segue a noite.
Ser rico ou ser pobre é a conseqüência de se fazerem as coisas de uma certa maneira ou deixar de fazê-las dessa forma.
Quando alguém faz as coisas da maneira certa, fica rico, esteja fazendo isso de maneira consciente ou não.
Da mesma forma quando alguém não faz as coisas dessa maneira, fica pobre, não interessa quanto se esforce e quanto trabalho faça.
É uma lei natural que causas produzam efeitos, assim sendo, se você fizer as coisas da maneira certa, infalivelmente alcançará a riqueza.
Para que compreenda bem esse assunto, considere os quatro mitos sobre a riqueza que estudaremos nas próximas páginas.




O PRIMEIRO GRANDE MITO DA RIQUEZA:
O LUGAR EM QUE SE VIVE



Há muita gente que crê que se vivesse em um lugar diferente daquele em que vive, teria chance de alcançar maior riqueza.
Isso é apenas um mito, nada tendo a ver com a riqueza.
O diferencial da riqueza são suas crenças, seus paradigmas e não as circunstâncias externas adversas ou propícias.
Um dos provérbios americanos que mais aprecio diz: Where there is a will, there is a way. (Onde há uma vontade, há um caminho.)
Se o lugar em que você vive (sua rua, seu bairro, sua cidade, seu Estado) parece não oferecer as condições que você julga necessitar para alcançar a prosperidade, crie-as você mesmo(a). Se assim não fosse, como você explica o imenso sucesso de uma pequena companhia de taxi aéreo que veio a se transformar na maior empresa aérea da América Latina?


A TAM (Taxi Aéreo de Marília), iniciou graças aos admiráveis esforços do Comandante Rolim, em uma pequena cidade do interior paulista.


Mora em Campos do Jordão, o Sr. Oya, um senhor japonês, que havia ido para aquela cidade, para curar-se da tuberculose.
Esse mal estava tão adiantado dentro do seu peito que teve que retirar um dos pulmões e mesmo o que sobrou teve que ser operado.
Apesar de uma saúde assim combalida, o Sr. Oya, se tornou um comerciante respeitado naquela cidade.
Se um dia você estiver por lá, ao passar na primeira vila - Abernéssia - no quarteirão onde há a estação do bonde, olhe à frente da estação e verá a Papelaria Oya, um, de muitos empreendimentos do Sr. Oya que prosperou naquela cidade e conseguiu tudo isso sem ter um dos pulmões!
Campos do Jordão é uma pequena cidade, localizada em uma montanha que muitas vezes interrompe o acesso rodoviário; prosperar lá é, sem dúvida, mais difícil que em muitos lugares, mas o Sr. Oya conseguiu!


Se você olhar ao seu redor, por menor que seja o lugar onde vive, encontrará exemplos de pessoas bem sucedidas que encontraram a riqueza apesar das condições adversas e apesar de viverem em cidades muito pequenas.


Se você acha que o seu problema é o oposto, que vive em uma cidade grande demais e que, por isso, não consegue alcançar a riqueza, considere o seguinte:
Na cidade de São Paulo vivem 30% do povo brasileiro.
Essa cidade tem uma população maior do que alguns países.


Sabendo-se que o publico consumidor que faz com que os negócios tenham chance de dar certo, é fácil supor que se alguém mora em São Paulo e não consegue dar certo, não vai conseguir em nenhum lugar do mundo! No entanto tem muita gente que não consegue sucesso em São Paulo, porque não aprendeu a fazer as coisas do modo certo.




O SEGUNDO GRANDE MITO DA RIQUEZA: 
A IDADE QUE SE TEM



Um dos mitos mais comuns, que impede o sucesso financeiro de muitos, é o mito da idade.
Há pessoas que, quando chegam à meia idade (Você sabia que a terceira idade começa aos 45 anos?), acham que já não vale a pena lutar, esmorecem e se condenam à mesmice.


Mas, por tudo que sei, a idade não é desculpa, nem referência para encerrar os esforços em se alcançar a riqueza.
Conheci uma senhora possuidora de uma energia incrível, quando ela estava com mais de 80 anos, lançou mais de 4 livros. Essa senhora que se chama Maria José Uchoa Alves Lima, apesar de mais de 80 anos, está aprendendo computação, faz aulas de natação três vezes por semana e até contratou um motorista para conduzi-la para suas muitas atividades. Você se lembra da Cora Coralina?
Poetisa brilhante, viveu a vida inteira fazendo compotas e outros doces caseiros, de que se sustentava, enquanto escrevia versos maravilhosos que só foram publicados em idade bem avançada.


Nos Estados Unidos uma senhora com 96 anos, foi à ACM (Associação Cristã de Moços) e pediu que lhe cedessem uma classe, das muitas lá disponíveis, para que ministrasse uma palestra.
Tal foi sua insistência que acabaram cedendo uma sala, na expectativa de se livrarem dela.
Sua palestra teve tal sucesso que acabou se tornando habitual e mais tarde se transformou em um curso de grande repercussão.
Vovó Moses, como era chamada, viveu até os 104 anos e durante esses últimos anos, alcançou uma riqueza nunca antes alcançada nos primeiros 96 anos de vida.


Você certamente já comeu algum lanche em uma lanchonete do grupo MacDonald´s.
Mas talvez não saiba que o sucesso dessa rede de lanchonetes não se deveu ao clã dos MacDonald´se e sim, graças aos esforços de Ray Kroc.
Quando Ray Kroc uniu-se aos MacDonald ele já estava com 54 anos de idade mas foi a participação dele que transformou uma simples lanchonete de uma pequena cidade do interior, na maior rede de lanchonetes do mundo!
Nunca é tarde para recomeçar, não use o mito da idade, para fechar as portas do sucesso para si.




O TERCEIRO GRANDE MITO DA RIQUEZA:
OS RECURSOS FINANCEIROS



Um dos mais antigos e dos maiores mitos da riqueza refere-se aos recursos financeiros que se possui.
A maioria das pessoas que fracassam ou que se recusam a lutar acreditam que para se iniciar um negócio lucrativo, há necessidade de um grande capital inicial.
Isso é bobagem.


Milhares de pessoas bem sucedidas em quase todas as áreas e profissões, provaram isso milhares de vezes.
A ausência de recursos financeiros não passa de uma desculpa de pessoas fracassadas que procuram essa ou qualquer outra desculpa para serem mal sucedidas.
O ramo de negócios que mais cresce e que faz parte das perspectivas econômicas mais abalizadas para este milênio é o ramo de prestação de serviços.
As características desse ramo de negócios oferecem os menores riscos do mercado e exigem o menor capital inicial possível e, muitas vezes, apenas usando pequenos recursos, você já consegue iniciar-se nesse setor, sem maiores dificuldades.


Veja os cantores Leandro e Leonardo, Chitãozinho e Xororó – apanhadores de tomate, bóias frias, suas atividades profissionais se encontram entre as mais miseráveis dentre as exercidas no Brasil.
E o dono das Indústrias Zebu, também conhecido como o rei da botina?
Era entregador de legumes de porta em porta, depois se tornou bóia fria e por último milionário.
Você pode ler a história dele, no livro DE BÓIA FRIA A MILIONÁRIO INTERNACIONAL.


Aristóteles Onassis conta em sua autobiografia que quando trabalhou de garçom em Buenos Aires, precisou de quatro meses de salário para comprar um terno; poucos anos depois, tornou-se um dos maiores milionários de sua época.
Se você é daqueles que acham que essas coisas só aconteciam antigamente e que não há mais desse tipo de oportunidade, procure conhecer a história de Bill Gates, o maior milionário dos tempos modernos.
Será que ter um grande capital inicial ajuda?


Provavelmente acontece justamente o contrário, quem possui muito dinheiro inicial, deposita nesse capital inicial tanta confiança que muitas vezes acaba por dissipá-lo, afundando em dívidas de difícil recuperação. Ao passo que quem não tem muitos recursos se dedica proporcionalmente mais; se esforça mais; procura agilizar sua Alfabetização Financeira e “ se vira” com muito mais motivação.
Silvio Santos começou praticamente sem nenhum capital inicial, o mesmo aconteceu com a maioria dos milionários de primeira geração.


Quando você vence os GRANDES MITOS DA RIQUEZA passa a descortinar novos horizonte e as muitas idéias que andam por aí e que podem ajudá-lo(a) a alcançar a riqueza, começam a aparecer por todos os lados.
Por outro lado, se você se deixa levar pelos GRANDES MITOS a fortuna se aparta e as dificuldades surgem aos borbotões, sufocando qualquer pequena iniciativa que você pudesse ter em direção à riqueza.




O QUARTO GRANDE MITO DA RIQUEZA:
O CONHECIMENTO



Quando me refiro a CONHECIMENTO, estou me referindo ao conhecimento escolar típico.
Procure observar que muitas pessoas extremamente bem sucedidas no plano financeiro, não possuem muita educação formal.


Aliás, o contrário também é verdadeiro, muitas pessoas que possuem diplomas, certificados e muita educação formal, são grandes fracassados que, apesar de se esforçarem, não conseguem alcançar os resultados financeiros pretendidos.
Conhecimento não trás dinheiro, não trás sucesso financeiro e não trás prosperidade.


O dono da padaria ali da esquina provavelmente ganha mais que todos nós e provavelmente não tem nem o primeiro grau.
O dono de uma das maiores construtoras de São Paulo, não tem nem o primeiro grau.
O dono da Editora Lisa - Livros Irradiantes que tem sede própria num prédio imenso de 5 andares, não tem nem o primeiro grau.


Existem muitos políticos em Brasília que ganham salários milionários e não têm nem o primeiro grau.
Como você pode ver, por pior que seja o Paradigma que esteja dentro de você, não há motivo para que não tenha sucesso ou prosperidade.
Sempre existem recursos para se ganhar mais e para se sair de aperturas financeiras:


Como você pode ver, a maioria das pessoas, quando o dinheiro começa a apertar, começa a se esforçar mais, a trabalhar mais a exigir mais de si mesma - isso não está errado, mas eu pergunto: Será que isso funciona?
Se funcionasse você não estaria lendo este livro, você concorda? Bastaria se esforçar mais e tiraria o pé do buraco não é mesmo?
No entanto, todos nós já nos esforçamos centenas de vezes e parece que quanto mais nos esforçamos mais fundo fica o buraco.




FICAR RICO ESTÁ AO ALCANCE DE TODOS


Observe seus vizinhos – há ali, com certeza, pessoas mais ricas do que você e, também com certeza, essas pessoas mais ricas que você, não moram ou trabalham em cidades diferentes da que você trabalha; não têm uma grande diferença de idade com você; não tinham, quando começaram, recursos financeiros muito diferentes dos que você possuía e; na maior parte das vezes, possuem a mesma escolaridade que você (pode ser que até tenham cursado a mesma escola que você).


Tirando isso, a grande diferença é que eles têm dinheiro e você não tem.
Mas não se preocupe, eles não têm a sorte que você tem de estar na Igreja certa e, como sabe, na Igreja da Ciência Divina, não existem pobres.
E por que em nossa Igreja não existem pobres?
Porque ensinamos a nossos fiéis o que têm que fazer para se tornarem ricos! A riqueza é dom de Deus!
Você recebeu este livro, não recebeu? Então.
Observe as cidades de sua região. Você não encontrará uma cidade onde existam apenas pessoas pobres, mas também não encontrará alguma cidade onde todos os habitantes sejam ricos.


Observe o nosso País. Há regiões mais ricas e regiões mais pobres, mas, com certeza, mesmo nas regiões mais pobres, há pessoas que são consideradas ricas e, mesmo nas regiões mais ricas, há pessoas que são consideradas pobres.
Para qualquer lado que você olhe, sempre haverão ricos e pobres, com a mesma faixa etária, com o mesmo grau de estudo, com a mesma idade, com as mesmas condições financeiras originais e, muitas vezes, com a mesma profissão.


Moro em um condomínio fechado e atende a minha casa, uma faxineira que é esposa de um pedreiro. Aqui, no mesmo condomínio onde moro, moram também dois pedreiros, um negro e um branco, ambos têm grandes e magníficas casas (um deles, construiu a casa dele com as próprias mãos) e suas esposas cuidam deles e da casa, não trabalham para ninguém. A faxineira que trabalha aqui em casa e o marido moram em um barraco bem modesto, em um bairro pobre. Perguntei a ela o porquê e ela me disse que o marido dela é muito inteligente mas tem medo da vida.


Se comparássemos essas três pessoas, veríamos que todos os três tiveram origem humilde, nasceram de famílias pobres e não tiveram muita escola. Qual a diferença entre eles? Dois deles aprenderam de maneira sistemática (como você está aprendendo) ou por pura intuição, o Atalho Simples para a Riqueza, o terceiro não teve essa sorte.
É claro que alguns ambientes são mais propícios que outros, é mais provável que a riqueza surja entre pessoas bem nascidas do que entre os moradores de uma favela, mas, mesmo nesses casos, com o passar do tempo haverão pobres entre os bem nascidos e ricos entre os favelados.


Quando duas pessoas com as mesmas condições e exercendo as mesmas profissões, obtém resultados diferentes, um ficando rico e o outro ficando pobre, fica fácil compreender que esses resultados surgem quando se fazem as coisas de uma certa maneira.
Neste livro você irá aprender a fazer as coisas da maneira certa.
Indo mais além, eu lhe direi que fazer as coisas da maneira certa, não exige um talento especial pois muitas pessoas que têm grandes talentos, não conseguem deixar de serem pobres, enquanto outras, com pouquíssimo talento, ficam ricas.


Já li muitas pesquisas e entrevistas que buscam as razões de algumas pessoas serem ricas e outras não e descobri um fator interessante: essas pessoas eram, originalmente medianas, ou seja, quando comparadas a outras, não tinham nada de mais que as distinguissem. Não possuíam talentos nem habilidades superiores às outras pessoas. Uma análise mais profunda revela que não se tornaram ricas porque possuíam talentos ou habilidades maiores que as pessoas que ficaram pobres, o único fator diferencial é que faziam as coisas de uma certa maneira.
Ficar rico, absolutamente não exige que se economize, ou que se poupe.


Muitas pessoas sovinas e econômicas são pobres e muitas pessoas esbanjadoras e gastadoras compulsivas são ricas.
Ficar rico também não implica em exercer atividades profissionais arriscadas ou em aceitar fazer trabalhos que outras pessoas se recusem fazer. É só olhar e ver (...tendes olhos e não vedes.... Jr 5.21): em todos os negócios existem pessoas que fazem as mesmas coisas e enquanto uma se torna rica a outra fica pobre ou vai a falência.
Não é o que você faz que faz a diferença é a maneira como faz.


Ficar rico depende de fazer as coisas de uma certa maneira.
Se ficar rico é a conseqüência de se fazer as coisas de uma certa maneira e se as mesmas causas produzem sempre os mesmos resultados então, está ao seu alcance, seja você homem ou mulher, seja negro, amarelo ou branco, seja jovem ou velho, tenha poucos ou muitos recursos, tenha estudado muito ou tenha estudado pouco, se tornar rico, desde que siga alguns princípios que são inexoráveis, mas que são fáceis de serem aprendidos.
Pessoas talentosas conseguem ficar ricas e pessoas imbecis também; pessoas inteligentes conseguem ficar ricas e pessoas idiotas também; mesmo pessoas completamente estúpidas conseguem ficar ricas; pessoas saudáveis e pessoas doentes, também conseguem ficar ricas.


Está ao alcance de todos o ficar rico, qualquer pessoa que consiga ler estas páginas, compreender o que escrevo e por em prática, sem dúvida alcançará a riqueza.
Há uma questão importante nesse negócio de ficar rico, é necessário que você se envolva com pessoas, é preciso lidar com as pessoas, para se conseguir ficar rico.


Mesmo um escritor como eu, que escrevo no aconchego do meu lar, tem que interagir com pessoas para conseguir que o livro seja publicado; para que o livro consiga chegar nas suas mãos.
Não se trata de escolher uma carreira específica, nem de ser empregado ou ser patrão. Há pessoas ricas em qualquer atividade ou profissão, mesmo que outras pessoas dessas mesmas atividades ou profissões sejam pobres.
Conheci um jovem no Rio de Janeiro que queria ser dentista. Perguntei-lhe o porquê. Ele me disse que queria ser dentista para ganhar dinheiro. Bom, eu jamais gostaria de lidar com cáries, agüentar mau hálito, empatar meus sábados esperando pacientes que não vêm, apenas por dinheiro.
Ficar rico não tem nada a ver com a profissão que você escolhe, é apenas uma questão de aprender a fazer as coisas de uma certa maneira.
Seja qual for o seu negócio, seja qual for a cidade em que você resida, seja qual for a sua formação, se houver uma outra pessoa ficando rica com a mesma atividade que você e você não estiver ficando rico, o problema é bem simples – você não está fazendo as coisas do mesmo jeito que ela esta fazendo.


Não importa quão pobre você seja, se começar a fazer as coisas de uma certa maneira, você ficará rico.
Ficar rico é o resultado invariável de se fazer as coisas de uma certa maneira.
Você pode ser a pessoa mais pobre de sua cidade, de seu Estado, de seu País; você pode estar com dívidas até o pescoço; não ter nenhum amigo a quem apelar; não ter um tostão no bolso para pagar sua próxima refeição; não ter um gato a puxar pelo rabo; mas se você começar a fazer as coisas de uma certa maneira, começará a galgar o caminho para a riqueza pois as mesmas causas produzem sempre os mesmos resultados.


Você pode mudar para um lugar melhor; você pode arranjar um emprego melhor; você pode conseguir a quantia de dinheiro necessária para começar; e você vai começar a conseguir essas coisas, ficando no mesmo lugar, fazendo o mesmo trabalho, mas fazendo tudo de uma certa maneira que sempre conduz ao sucesso.
E essa maneira é viver em harmonia com as leis que governam o Universo.
Tudo que Papai do Céu fez, é perfeito.




O SOL NASCE PARA TODOS



Ninguém é dono das riquezas do mundo, as riquezas pertencem a Deus. Você não é pobre porque alguém o obriga a ser pobre. Pode ser que você não tenha condições de seguir a carreira ou profissão que desejaria, mas existem milhares de outras oportunidades aguardando você.


As coisas fluem continuamente no Universo e as oportunidades costumam surgir em diferentes direções. Sempre existirão oportunidades para as pessoas que estejam fluindo com a vida ao invés de nadar contra a maré.
As leis da riqueza são as mesmas para todas as pessoas.
Deus é justo.


Perceba por exemplo a força da gravidade. Se você sobe em uma cadeira e salta para o chão, você chega ao chão, não fica flutuando perto do teto. Assim também, se você salta do alto de um prédio irá se esborrachar no chão, não irá flutuar até as nuvens.
E tem gente que acha que Deus é injusto!
Deus não é o seu empregado, Ele não está no Universo para atender seus desejos de riqueza.
Ele estabeleceu leis perfeitas para lidar com a riqueza e se você as compreende e as põe em prática, elas funcionarão para você também.


Alguma vez você saltou de algum lugar e não chegou ao chão?
É claro que não! Seja qual for o lugar da terra em que você esteja, ao saltar, a força da gravidade o puxará ao chão. Assim também, não importa onde você esteja, as leis da Riqueza, continuam sendo as mesmas e continuam funcionando da mesma forma, ontem, hoje e sempre. Deus é justo.
Você tem que aprender que você será sempre pobre e permanecerá sempre no mesmo lugar (ou pior) se continuar a fazer as mesmas coisas da mesma maneira que sempre fez.


Isso significa que você deve fazer coisas diferentes?
Absolutamente não. O ideal é que continue a fazer as mesmas coisas (afinal você já tem prática) mas faça-as da maneira que têm que ser feitas.
Não é o salto que mata você é a maneira com que você salta.
Se você exercita bem as suas pernas e salta da cadeira no ângulo certo, chegará ao chão de forma saudável.
Se você saltar de um lugar alto, mas usar para quedas ou outro equipamento apropriado, também chegará ao solo de maneira saudável.
O importante é compreender as leis que governam o universo e lidar com elas com sabedoria.




ESTE É UM UNIVERSO DE ABUNDÂNCIA



Há abundância total em todo o Universo. Nada nunca faltou, nada falta e nada jamais faltará.
Não existe apenas um quinhão de cada coisa, de maneira que, se alguém chegou antes e pegou um quinhão maior, irá faltar para você.
Não é porque alguém é rico que você tem que ser pobre. Há riquezas suficientes para todos.
Há mais do que o suficiente para todos.
As riquezas de Deus são inexauríveis.
“Riquezas e honras estão comigo; bens duráveis e justiça.” Prov 8.18


Se você conversar com um físico ele lhe dirá que existem substâncias que praticamente estão presentes em todas as coisas.
Tudo que há no Universo, inclusive no planeta Terra, se originou de uma mesma substância.
Lavoisier já dizia: “nada se cria, tudo se transforma”.
Ou seja, continuamente as coisas estão sendo absorvidas pelo Universo e continuamente novas coisas estão surgindo.
Tudo que você consegue ver e tocar é feito, em última instância, da mesma substância, que se manifesta em múltiplas formas.


Quando o Dr. Joseph Murphy entrou em contato com a filosofia oriental descobriu um nome sânscrito muito interessante que é um dos nomes de Deus – Paramatman.
A palavra atman é o nome sânscrito para alma, espírito.
Paramatman significa aquele ou aquilo que está além da alma.


Como Paramatman é o nome de Deus, é fácil deduzir que tudo é Deus, tudo é feito da mesma substância que existe em abundância em todo o Universo.
Não há limite para Deus, assim também, sendo Ele a substância de onde se formou todo o Universo, não há limite para essa substância.
O Universo foi formado dessa substância mas o Universo, não usou, para ser feito, todo a substância que havia, Deus é maior que o Universo e o contém em Si mesmo.


Sei que o conceito pode ser um pouco avançado para você e não vou me deter aqui para explicá-lo, a Igreja da Ciência Divina tem bons textos a esse respeito, quando puder leia-os.
Milhares de vezes o que já foi feito ainda pode ser feito e ainda assim, não se exauriria toda a substância de que o Universo foi feito.
Assim sendo, ninguém é pobre porque não exista riqueza suficiente para todos.
O Universo é uma fonte inexaurível de riquezas e seus recursos jamais se esgotarão.
Uma das características da perfeição de Deus é que Ele supre todas as necessidades.
Não é preciso orar para que as necessidades sejam supridas; elas são supridas automaticamente, essa é a Lei!


Você não precisa pedir, basta fazer as coisas da maneira que têm que ser feitas e você já aprendeu que a maneira certa de fazer as coisas é viver em harmonia com as leis que governam o Universo.
A substância que tudo permeia, responde a todas as necessidades, sejam necessidade do Universo ou sejam as necessidades do homem.
Nada do que é considerado bom é omitido, há bênçãos abundantes para todos.
“Porque não é para que os outros tenham alívio, e vós, sobrecarga, mas para que haja igualdade, suprindo a vossa abundância no presente...” 2 Cor 8.13,14
O Universo é rico e assim também é o homem.
Dizendo de outra forma: a humanidade como espécie é rica e se há indivíduos pobres é porque eles não seguem uma certa maneira de fazer as coisas que poderia torná-los ricos.


Essa substância, por ser parte de Deus, é inteligente e faz parte da natureza da inteligência, sempre crescer, se expandir, aumentar.
A inteligência sempre tende a superar seus limites, a ir além, sempre buscando uma maior expressão.
A Lei da Evolução está presente em tudo, tudo está continuamente evoluindo e crescendo.
A vida tende a vida; a maior lei da vida é que ela tende a se reproduzir, a procriar.
O maior dentre todos os instintos é o instinto de conservação, todos os seres vivos fazem tudo que puderem fazer para preservar a vida.
Assim também é essa substância que tudo permeia.
Essa substância se move em direção à vida e à abundância – supre todas as necessidades do Universo.


Nada se perde e nada falta, Deus não contradiz a si mesmo e não nega suas próprias palavras.
“Melhor é o meu fruto do que o ouro, do que o ouro refinado; e o meu rendimento, melhor do que a prata escolhida.” Prov 8.19
A fome e o instinto de sobrevivência são provas cabais que a vida tende a buscar a fartura e a auto-preservação, o que significa que, ser rico é parte dos desígnios de Deus.




ATRAVÉS DO PENSAMENTO, VOCÊ PÕE O PODER DO SEU SUBCONSCIENTE PARA PRODUZIR RIQUEZAS



O pensamento é uma ferramenta poderosa que pode produzir riqueza a partir da substância que tudo permeia.
A substância que compôs todas as formas é inteligente, pensa, e é o pensamento da forma, que dá forma a todas as coisas.
Cada uma das manifestações da natureza, por menor que seja, é uma expressão do pensamento atuando sobre a substância de onde tudo surgiu.
Todo pensamento, quando em contato com a substância, gera uma forma.


Cada ser humano tem a capacidade de pensar e pensando, se torna capaz de criar uma ponte para o subconsciente, que é o veículo que conduz o pensamento até a substância que tudo permeia.
Quando o pensamento entra em contato com essa substância, gera automaticamente uma forma.
É como um artista que trabalha com argila, é impossível criar uma forma antes de pensar naquilo que se quer criar.
Na magia esse tipo de pensamento é chamado de forma-pensamento.
Forme em seu pensamento a imagem daquilo que você quer.


A partir do momento em que o pensamento entra em contato com a substância que tudo permeia, inicia-se um processo de criação.
Se você pensa em pobreza, fará com que surja a pobreza em sua vida. É preciso que você encha sua mente com a verdade, de que o que existe é abundância; abundância em todos os sentidos.
Da mesma forma que a escuridão não existe, existe apenas a luz (a escuridão é apenas a ausência da luz); assim também a pobreza não existe, existe apenas a ausência da riqueza.


Permita que a riqueza se manifeste em sua vida, encha sua mente com pensamentos de riqueza, volte-se para a riqueza, respire a riqueza 24 horas por dia.
É necessário esforçar-se para conseguir pensar em saúde, quando se está cercado pela aparência da doença ou para pensar em riqueza, quando se está em meio a aparências de pobreza, mas, quando você adquire essa capacidade tudo estará a seu alcance!
“Se tu podes crer, tudo é possível ao que crê.” Mc 9.23


Muita gente escreve à nossa igreja dizendo que leu os livros do Dr. Joseph Murphy mas que tem muita dificuldade em ter fé e que, por essa razão, não conseguem muita coisa com o poder do subconsciente.
Essa pessoas têm essa dificuldade porque se contentaram com os livros do Dr. Murphy ao invés de se filiarem à nossa Igreja e aprenderem o que o Dr. Murphy passava através de seus sermões do púlpito de nossa Igreja.
O grande segredo para se ter uma fé inabalável, capaz de remover montanhas é a gratidão, escreverei sobre isso em um de nossos próximos capítulos.


Por enquanto, dedique-se a retirar de sua mente, conceitos, paradigmas e pensamentos errôneos sobre a realidade da vida e do Universo. Substitua qualquer crença limitante por crenças úteis que gerem estados de recurso. Encha sua mente com conceitos construtivos, se tiver alguma dificuldade nesse sentido, leia e releia este livro, medite em cada uma de suas passagens, até conseguir gerar uma maneira de pensar completamente nova e útil que o conduza à riqueza.
Se alguma dúvida surgir em sua mente, coloque-a de lado; não se concentre nela; procure encher a sua mente de conceitos positivos; releia as apostilas de nossa Igreja; releia os livros do Dr. Murphy; ocupe sua mente, com conceitos que prestem e que possam lhe ser úteis.


Não aceite argumentações contrárias; se alguém tentar dissuadi-lo afaste-se dessa pessoa.
Afinal de contas, quando você não faz suas escolhas, outras pessoas escolherão por você.
Se você acha que é esforço demais, aprenda a ser pobre pois é tudo que conseguirá ao contentar-se apenas com pequenos esforços.
Pequenos esforços, pequenos resultados.
Muito cuidado com religiões e livros que pregam verdades contrárias a esta.
Não leia nenhum texto que contradiga estas idéias, preserve sua mente, trate-a com respeito, não perca tempo especulando como que estas coisas possam ser verdadeiras.


Apenas aceite-as como verdadeiras; isso é fundamental para que obtenha a riqueza.
Acima de tudo lembre-se que, da mesma forma que a escuridão é apenas a ausência da luz, a pobreza é uma condição passageira, apenas a ausência da riqueza, ela não existe de fato.



"O capital é como água, sempre flui por onde encontra menos obstáculos."
(Antônio Delfim Netto)


...

2 comentários:

  1. Estou nessa caminhada da reforma espiritual,mental e material porque acredito que vim ao mundo para ser grande e ensinar as pessoas o caminho para ser grande.

    De que ajudaria se chorasse junto com uma pessoa na fila de um hospital público superlotado?

    Será que eu não à ajudaria se mostrasse que ela é capaz de não precisar mais passar por aquela humilhação?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Marcos!

      Prazer em conhecê-lo e bem-vindo á este espaço. :D

      Pelo que posso sentir você já leu "Os segredos da mente milionária", de T Harv Ecker certo?

      Caso não tenha lido, me avise, envio para você!

      E boa sorte em sua empreitada rumo à provisão infinita!

      Estarei na torcida. :D

      Excluir

"Toda reforma foi em algum tempo uma simples opinião particular." (Ralph Waldo Emerson)