4.11.11

202: A assinatura de Deus em nós


“Que nada nos limite, que nada nos defina, que nada nos sujeite. Que a liberdade seja nossa própria substância, já que viver é ser livre. Porque alguém disse e eu concordo que o tempo cura, que a mágoa passa, que decepção não mata, e que a vida sempre, sempre continua.”
(Simone de Beauvoir)





Olá!
Hoje excepcionalmente: nada a declarar. 



A ASSINATURA DE DEUS EM NÓS


Os artistas costumam assinar suas obras. 
Será que Deus não faz o mesmo?
Vejam o que diz este texto extraído do livro
"O Código Da Vinci":

"Meçam a distância que vai do alto da cabeça até o chão, depois dividam o resultado pela distância do umbigo até o chão. Adivinhem só o número que vão obter. Uma vírgula seis um oito. Querem mais um exemplo? Meçam a distância de um ombro até a ponta dos dedos, depois dividam-na pela distância entre o cotovelo até a ponta dos dedos. PHI outra vez. Mais um? Dos quadris até o chão, dividido pelo joelho até o chão. PHI de novo. Dos nós dos dedos. Dos artelhos. Divisões da coluna vertebral. 
PHI. PHI. PHI.
Meus amigos, cada um de vocês é um tributo ambulante à Divina Proporção".

(Dan Brown do livro “O Código Da Vinci”)


"O homem de bem exige tudo de si próprio;
o homem medíocre espera tudo dos outros."
(Confúcio)



Até amanhã!

...





Nenhum comentário:

Postar um comentário

"Toda reforma foi em algum tempo uma simples opinião particular." (Ralph Waldo Emerson)