17.11.11

213: Diálogo na madrugada

"Se tivesse de viver minha vida de novo, ousaria cometer mais erros na próxima vez. Seria mais relaxada. Seria mais flexível. Seria mais tola do que fui nesta viagem. Não levaria as coisas tão a sério. Correria mais riscos, conheceria mais lugares, escalaria mais montanhas, nadaria em mais rios. Tomaria mais sorvete, comeria menos vagem. Talvez tivesse mais problemas concretos, mas teria menos problemas imaginários. Afinal, fui uma dessas pessoas sensatas e equilibradas, hora após hora, dia após dia. Tive meus momentos, é claro. Só que se tivesse de fazer tudo de novo, teria mais momentos assim. Na verdade, tentaria não ter outra coisa - apenas momentos, um depois de outro, em vez de viver tantos anos à frente de cada dia. Fui uma dessas pessoas que nunca vai a parte alguma sem um termômetro, uma bolsa de água quente, uma capa e um pára-quedas. Se pudesse fazer de novo, levaria menos coisas. Se tivesse de viver minha vida outra vez, começaria a andar descalça mais cedo na primavera, e continuaria assim pelo outono. Iria a mais bailes, andaria mais em carrosséis, e colheria mais margaridas." 
(NADINE STAIR)


Olá!
Bem... 1:59AM e estou conversando sobre a vida pelo skype com uma chinesa que trabalha numa grande empresa que vende pneus de caminhão. É engraçado, mas estamos tão longe e tão próximas (Brasil & China). Começamos uma conversa que aparentemente vai longe. Estou sem sono e ela parece uma pessoa fantástica. Ainda não sei se meu cliente vai comprar os containers de pneus, enviei a cotação há meses, mas nem estamos falando sobre isso. Não tocamos neste assunto nenhuma vez hoje. Engraçado, todas as pessoas chinesas que conheci são alegres, afetuosas, comunicativas, alegres, etc... Se foram colocadas na área de negócios, tem que ser, mas é tão bom encontrar pessoas assim.


Ela se chama Mei Song, mas os chineses sempre adotam apelidos "americanos" para que possamos pronunciar seus nomes. Ela decidiu usar Bella Song, belo não?! Que nome/apelido será que eu adotaria se fosse necessário? Na verdade, fora Marcinha nunca me chamaram de modo diferente, nem apelido. 
Ah... Quando morei nos Estados Unidos me chamavam de Marsha (pronúncia), pois meu nome não é comum lá, então nunca me chamaram de Marcia.

Esta tirei do baú, eu esquiando em Salt Lake City, Utah.

O inglês dela é ótimo, mas não vi a foto dela ainda. Eles não podem acessar as redes sociais, então não tem perfil no facebook, Orkut, etc. Ela é solteira, tem 27 anos e diz que adoraria vir passear aqui e conhecer um "gato' brasileiro. Ou conhecer algum brasileiro que se mude para lá para fazer negócios. Alguém se habilita? Adoro bancar a "cupida". E por falar nisso, ninguém ganha da minha "bff" Andrea. Ela vivia querendo me apresentar para muitos conhecidos interessantes. Acho que ela ainda não desistiu desta tarefa. 


Perguntei à Bella Song o que ela espera num homem, lá vai: corpo sarado, belos olhos e nariz, boa personalidade, com bom coração. Só isso! hahaha Deixei o email dela lá em cima, na imagem da nossa conversa do skype, se alguém estiver interessado... Afinal, só "'gente boa" acessa este blog. Mais conversas e ela continua me falando sobre querer vir ao Brasil, espero que um dia dê certo, afinal é mesmo um país maravilhoso! Mas agora está tarde e minha cama está clamando pela minha presença. Por hoje é só!


Antes de ir, uma necessária reflexão:


O pensamento é o mundo das causas e a matéria é o mundo dos efeitos. Se tudo o que existe se originou num pensamento, eu gostaria de lhe perguntar: 
“O que tem feito com seus pensamentos?”
Hoje você é o resultado de tudo o que pensou até aqui,
e amanhã vai ser conseqüência de tudo o que você pensar até lá. Não é difícil deduzir que a melhor maneira de elevar a qualidade da vida de uma pessoa é, em primeiro lugar, elevar o padrão dos seus pensamentos.
Você gostaria que seus pensamentos atuais se transformassem em realidade? Se a resposta for: 
“Não, Deus me livre!”, 
então está na hora de melhorar o padrão dos seus pensamentos. 
(Evandro Mota, livro “O Prazer da vitória”)




Até amanhã!

...

PS.: Continuo tentando manter o "desapego" que comentei nas últimas publicações. E você?


Nenhum comentário:

Postar um comentário

"Toda reforma foi em algum tempo uma simples opinião particular." (Ralph Waldo Emerson)