13.12.11

236: Nostalgia e Curiosidades sobre o Natal


“A esperança é essa criança que trago em meus 
braços, que o ódio não conhece e que não deixarei 
que conheça; para que assim ela cresça.
E essa é minha prece.
Entre afagos, afetos e abraços de

uma humanidade livre e mansa.
Que o amor seja sua dança,

na ciranda da vida.
Que a terra lhe seja querida e

 a paz seja sua lança…”
(Charles Chaplin)

Olá!
Ontem após publicar aqui, fiquei sem sono. Comecei a lembrar desta época de festividades dos anos anteriores e novamente tive saudades do meu pai, pois conforme já comentei aqui, ele faleceu no dia 08/07/2010.
Chorei, pensei muito e num momento raríssimo tive insônia; peguei no sono quando o dia já estava clareando.
Lembrei que exatamente nesta época meu paizin tinha o hábito de comprar muitos presentes de natal para as crianças que escrevem cartas ao "papai noel" e deixam no correio.


Geralmente ele me pedia para escolher umas 5 ou 6 cartas e me dava o dinheiro para eu comprar os presentes solicitados. 
Levávamos semanas fazendo isso pois caprichávamos. Sempre doávamos bem mais do que estavam pedindo. Guardei quase todas as cartas dos últimos anos, pois essas coisas marcam e queria guardar uma lembrança desta época tão especial e destas pessoas que indiretamente cruzam as nossas vidas.


Tudo começou porque certa vez ele se emocionou ao assistir ao jornal, pois uma criança disse que sonhava em ganhar uma pizza de milho de natal por isso havia enviado uma carta ao "papai noel / correio". 
Acho que vi meu pai contar esta história umas 3 vezes, todas elas com lágrimas nos olhos. 
Dentre as cartas que pegamos haviam pedidos de cesta básica, ceia de natal, material escolar, patins, bola de futebol e basquete, boné, mochila, piscina de plástico, roupas, chinelo, boneca, violão, casinha de brinquedos, etc.



Mas agora já estou bem.
Comecei o dia as 10.40h com meu amor vindo me acordar e ele foi tão carinhoso comigo, que mesmo com sono, valeu a pena! 
Parece que ele estava adivinhando que eu merecia iniciar o meu dia de modo especial.
Acho que foi meu paizin que trouxe ele aqui.
Papai, muito obrigada!!!
Mudando de assunto... 
O que você sabe sobre o natal?


Curiosidades...




O Natal ou Dia de Natal é um feriado comemorado anualmente em 25 de Dezembro (nos países eslavos e ortodoxos cujos calendários eram baseados no calendário juliano, o Natal é comemorado no dia 7 de janeiro), originalmente destinado a celebrar o nascimento anual do Deus Sol no solstício de inverno (natalis invicti Solis), e adaptado pela Igreja Católica no terceiro século d.C., para permitir a conversão dos povos pagãos sob o domínio do Império Romano, passando a comemorar o nascimento de Jesus de Nazaré.

O Natal é o centro dos feriados de fim de ano e da temporada de férias, sendo, no Cristianismo, o marco inicial do Ciclo do Natal que dura doze dias.

Embora tradicionalmente seja um feriado cristão, o Natal é amplamente comemorado por muitos não-cristãos, sendo que alguns de seus costumes populares e temas comemorativos têm origens pré-cristãs ou seculares. 

Costumes populares modernos típicos do feriado incluem a troca de presentes e cartões, a Ceia de Natal, músicas natalinas, festas de igreja, uma refeição especial e a exibição de decorações diferentes; incluindo asárvores de Natal, pisca-piscas e guirlandas, visco, presépios e ilex. 

Além disso, o Papai Noel (conhecido como Pai Natal em Portugal) é uma figura mitológica popular em muitos países, associada com os presentes para crianças.

Como a troca de presentes e muitos outros aspectos da festa de Natal envolvem um aumento da atividade econômica entre cristãos e não cristãos, a festa tornou-se um acontecimento significativo e um período chave de vendas para os varejistas e para as empresas. 

O impacto econômico do Natal é um fator que tem crescido de forma constante ao longo dos últimos séculos em muitas regiões do mundo.



Em quase todos os países do mundo, as pessoas montam árvores de Natal para decorar casas e outros ambientes. Em conjunto com as decorações natalinas, as árvores proporcionam um clima especial neste período.

Acredita-se que esta tradição começou em 1530, na Alemanha, com Martinho Lutero. Certa noite, enquanto caminhava pela floresta, Lutero ficou impressionado com a beleza dos pinheiros cobertos de neve. As estrelas do céu ajudaram a compor a imagem que Lutero reproduziu com galhos de árvore em sua casa. Além das estrelas, algodão e outros enfeites, ele utilizou velas acesas para mostrar aos seus familiares a bela cena que havia presenciado na floresta.

Esta tradição foi trazida para o continente americano por alguns alemães, que vieram morar na América durante o período colonial. No Brasil, país de maioria cristã, as árvores de Natal estão presentes em diversos lugares, pois, além de decorar, simbolizam alegria, paz e esperança.


O presépio também representa uma importante decoração natalina. Ele mostra o cenário do nascimento de Jesus, ou seja, uma manjedoura, os animais, os reis Magos e os pais do menino. Esta tradição de montar presépios teve início com São Francisco de Assis, no século XIII. As músicas de Natal também fazem parte desta linda festa.



Estudiosos afirmam que a figura do bom velhinho foi inspirada num bispo chamado Nicolau, que nasceu na Turquia em 280 d.C. O bispo, homem de bom coração, costumava ajudar as pessoas pobres, deixando saquinhos com moedas próximas às chaminés das casas.

Foi transformado em santo (São Nicolau) pela Igreja Católica, após várias pessoas relatarem milagres atribuídos a ele.

A associação da imagem de São Nicolau ao Natal aconteceu na Alemanha e espalhou-se pelo mundo em pouco tempo. Nos Estados Unidos, ganhou o nome de Santa Claus, no Brasil de Papai Noel e em Portugal de Pai Natal.

Até o final do século XIX, o Papai Noel era representado com uma roupa de inverno na cor marrom ou verde escura. Em 1886, o cartunista alemão Thomas Nast criou uma nova imagem para o bom velhinho. A roupa nas cores vermelha e branca, com cinto preto, criada por Nast foi apresentada na revista Harper’s Weeklys neste mesmo ano.

Em 1931, uma campanha publicitária da Coca-Cola mostrou o Papai Noel com o mesmo figurino criado por Nast, que também eram as cores do refrigerante. A campanha publicitária fez um grande sucesso, ajudando a espalhar a nova imagem do Papai Noel pelo mundo.

Curiosidade: o nome do Papai Noel em outros países


Alemanha = Weihnachtsmann, O "Homem do Natal"
 Argentina, Espanha, Colômbia, Paraguai e Uruguai = Papá Noel
Chile = Viejito Pascuero
Dinamarca = Julemanden
França = Père Noël)
Itália = Babbo Natale
México e Estados Unidos = Santa Claus 
Holanda = Kerstman "Homem do Natal
Portugal = Pai Natal
Inglaterra = Father Christmas
Suécia = Jultomte
Rússia = Ded Moroz.


Como anda seu espírito natalino???

Até amanhã!

...


Nenhum comentário:

Postar um comentário

"Toda reforma foi em algum tempo uma simples opinião particular." (Ralph Waldo Emerson)