31.8.11

138: Negatividade é doença contagiosa. Tem como se proteger?




"É errado pensar que o amor vem do companheirismo de longo tempo ou do cortejo perseverante. O amor é filho da afinidade espiritual e a menos que esta afinidade seja criada em um instante, ela não será criada em anos, ou mesmo em gerações."
(Khalil Gibran)

Olá!

Como vai você que está lendo esta mensagem? Eu sempre me pergunto isso porque o bem estar das pessoas é algo que me interessa. Afinal, estamos realmente todos conectados e fazemos parte de uma grande família universal.
Hoje meu amor disse que estava um pouco desanimado pela manhã com algumas coisas que estão acontecendo na vida dele, mas quando nos encontramos tudo mudou, eu acho. Decidi que usaria este fato como um catalisador para compartilhar o meu bom humor, minha energia positiva. E foi o que fiz. Quando nos encontramos procurei transmitir muitas coisas boas e passamos momentos maravilhosos juntos.


"Amar não é aceitar tudo. Aliás: onde tudo é aceito, desconfio que haja falta de amor."
(Vladimir Maiakovski)


Também fui visitar a minha mãezinha que mora perto daqui e ela estava vendo um programa na TV que falava em mortes. Com centenas de opções na TV a cabo eu não podia acreditar que era isso o que mais interessava a ela naquele momento, pois somos muito parecidas e eu jamais vejo este tipo de programa. Fiquei pensando: o que isso agrega de positivo pra você, mãezinha? Pensei, pensei, pensei... Mas não disse nada porque ela já conhece a minha teoria a respeito. Creio que nosso cotidiano já é pleno de desafios, temos que fazer um incrível esforço para nos mantermos positivos e otimistas perante muitos acontecimentos próprios, então... Por que se conectar com desafios externos, que estão além de nossa ajuda e que contaminam a nossa vibração? 


"As nuvens mudam sempre de posição, mas são sempre nuvens no céu. Assim devemos ser todo dia, mutantes, porém, leais com o que pensamos e sonhamos; lembre-se, tudo se desmancha no ar, menos os pensamentos."
(Paulo Baleki)

Conforme já comentei aqui, sou muito exigente em relação às minhas companhias. Não vejo quase TV local, não gosto do conteúdo. Evito todos os noticiários na TV, pois são geralmente muito sensacionalistas e quase só divulgam notícias negativas. Leio notícias apenas na internet, pois sem som e sem imagens em movimento são menos impactantes. Cuido muito com o que penso, falo, creio, assimilo e sinto. Mesmo assim, com todo este cuidado, tenho minhas recaídas, como todos. Mas o que creio é que temos que tomar as rédeas de nosso alimento vibracional, pois tudo o que vemos e falamos possui uma certa frequência e nos conectamos a ela e atraímos/criamos situações em nossas vidas que estão diretamente ligadas a nossa frequência vibracional mais frequente, ou seja, dependendo do que escolhemos mais ver, pensar, acreditar, assim será a nossa vida. 


"As coisas não mudam, nós é que mudamos. O início de um hábito é como um fio invisível, mas cada vez que o repetimos o ato reforça o fio, acrescenta-lhe outro filamento, até que se torna um enorme cabo e nos prende de forma irremediável, no pensamento e ação."
(Orison S. Marden)

Hoje pela manhã fiquei abismada com a atitude de um vizinho meu. Era tanto mau humor que pensei: o que aconteceu ou está acontecendo na vida desta pessoa para ele estar emanando tanta energia ruim?
Mas uma coisa me deixou feliz, consegui não me contaminar com nada disso. No momento em que ia começar a vibrar na mesma frequência que ele, me contive, respirei fundo e pensei: "Ele não deve estar bem, mas eu estou e vou continuar assim, que Deus o abençoe e o faça se sentir melhor.


"Examina bem os teus pensamentos, e se os vires puros, puro será também o seu coração."
(Confúcio)

É incrível como consegui me "proteger" daquela influência e em poucos segundos eu estava muito bem novamente. Tenho conseguido me equilibrar mais quando vejo atitudes tão negativas. Estou feliz com meu "progresso" pois no passado eu ficava de mau humor na hora. Mais uma razão pela qual escolho a dedo as pessoas que fazem parte da minha vida, eu não tinha o menor "controle". Atualmente todos os meus amigos e conhecidos tem seus desafios, mas geralmente são pessoas alegres, espiritualistas e otimistas. Porém não podemos escolher 100% das companhias da nossa vida, seja na família, no trabalho ou na sociedade em geral, não é mesmo? 


"Somos o que pensamos. Tudo o que somos surge com nossos pensamentos. Como nossos pensamentos, fazemos o nosso mundo."
(Buda)

Então... Em um momento de reflexão esta tarde sobre este tema, encontrei o texto abaixo, postado no facebook pelo meu grande amigo Silvano e decidi publicá-lo em sua íntegra. Este material não é de minha autoria, mas fiquei muito curiosa sobre o tema e pretendo aprender mais a respeito. Preciso conversar com ele pois sei que aprenderei muito com ele. Aqui vai...


Negatividade é doença contagiosa.
Tem como se proteger?


Essa é uma pergunta um tanto frequente. Quando iniciamos nosso aprendizado na área de auto conhecimento começamos a entender a importância de cuidar do pensamentos, sentimentos e crenças negativas. Ficamos mais conscientes do quanto essa negatividade torna a vida mais difícil gerando problemas em todas as áreas.

Aprendemos sobre esse tema e passamos a identificar mais facilmente a negatividade que existe em nós mesmos e no mundo. Esse reconhecimento nos ajuda a fazer escolhas mais saudáveis. Ou seja, ao enxergamos mais nitidamente o que é negativo podemos nos afastar ou pelo menos não alimentar.

Passamos a observar a negatividade que existe nas conversas com os amigos, no trabalho, na televisão, na nossa família e no nosso próprio interior. Algumas pessoas ficam assustadas quando tomam essa consciência pois é realmente impressionante o quanto de negatividade existe e que a maioria nem se dá conta.

De repente você se vê em rodas de conversa que não fazem mais sentido. Comentários que você sabe que servem apenas para aumentar a negatividade, trazendo mais problemas. Essas conversas, notícias e programas de televisão acabam contaminando, mesmo que você não queira, os seus sentimentos. É raro alguém que consiga se manter imune ao entrar em contato com a negatividade. Quando vemos uma notícia ruim surgem imediatamente sentimentos em nós de raiva, tristeza, injustiça e outros. Quando as pessoas ao nosso lado fazem comentários pessimistas muitas vezes acabamos sendo influenciados.

A negatividade é grudenta, pegajosa. Ela tem um efeito de nos sugar para dentro dela como se fosse um redemoinho. Essa força é ainda maior quando se trata da negatividade que vem da nossa família. Tentamos nos manter positivos mas, quando nossos pais e irmãos começam a falar, nossos sentimentos e pensamentos negativos facilmente vêem a tona e são alimentados.

Será que existe um remédio pra isso? Como ficar imune? Como toda doença contagiosa, exige tratamento e prevenção. Da mesma forma que, para manter o físico saudável precisamos combinar uma boa alimentação, exercícios e tratamentos das enfermidades quando elas se manifestam, para cuidar do nosso interior será preciso uma combinação de fatores.

Uma das medidas de prevenção é se afastar cada vez mais do noticiário, que é sempre bem carregado de coisas negativas que nos coloca em um estado emocional desagradável. A escolha das noticias que são passadas são um reflexo da negatividade que existe na sociedade pois as pessoas se sentem atraídas em assistir noticias ruins. As noticias por sua vez, alimentam ainda mais a negatividade da sociedade, que buscará ainda mais noticias ruins, gerando um circulo vicioso. No artigo “o impacto negativo do noticiário” eu falo sobre esse tema em mais profundidade.

Outra medida de prevenção é se afastar de pessoas negativas o máximo que pudermos. Isso só é possível até certo ponto, pois não dá para nos isolarmos completamente e nem é esse o objetivo. Tem algumas pessoas da família ou do trabalho que não temos como nos afastar. Nesses casos só nos resta não alimentarmos a negatividade com nossos comentários e nos tornarmos mais fortes por dentro para não nos contaminarmos.

Esse fortalecimento interior funciona mais ou menos como o fortalecimento do sistema imunológico. Se estamos com uma boa imunidade os vírus e bactérias não conseguirão entrar no nosso organismo. Se o nosso interior estiver limpo e fortalecido não precisaremos nos preocupar tanto em nos afastarmos da negatividade pois ela pouco nos afetará. Esse é o estado ideal. Mas enquanto ainda não nos fortalecemos precisamos dos cuidados preventivos assim como uma pessoa com baixa imunidade precisa se afastar de outros doentes.

A EFT é uma poderosa aliada para fortalecer a nossa “imunidade anti-negatividade”. Ao limparmos os nossos próprios sentimentos negativos, ficamos menos suscetíveis as influências externas. Consigo perceber em mim uma diferença bem considerável na minha “imunidade anti-negatividade” ao longo do tempo. Antigamente as noticias e as pessoas me afetavam com bem mais intensidade. A medida que vamos limpando as mágoas, raivas, culpas, medos, traumas e crenças negativas que carregamos nosso interior fica cada vez mais saudável e fortalecido.

A negatividade interior atrai negatividade exterior e faz com que a gente sinta vontade de se conectar com mais sofrimento. Ou seja, a carga emocional de sofrimento que carregamos cria mecanismos para se alimentar e nos leva de forma inconsciente a buscar mais negatividade. É por isso que as pessoas se atraem por notícias ruins, comentários maldosos, fofocas, previsões pessimistas. Ao dissolvermos nossos sentimentos iremos sentir essa atração diminuir cada vez mais. Daí a importância da EFT para fazermos uma limpeza profunda e rápida, já que a técnica é extremamente eficaz.

Outra medida de fortalecimento do nosso sistema anti-negatividade é nos alimentarmos com coisas positivas. Entrar em contato com pessoas mais positivas, ler livros que trazem mensagens positivas como livros de auto ajuda, ler artigos sobre autoconhecimento (como os inúmeros que tenho no meu site), participar de cursos e palestras e etc. Em um determinado momento da minha vida quando a negatividade estava intensamente brotando do meu interior e sendo alimentada por fatores externos, mergulhei profundamente na leitura de tudo que eu podia encontrar que pudesse me ajudar. E o efeito foi realmente bem nítido. Se eu ficasse a mercê de mim mesmo, teria me afundado cada vez mais. Agradeço aos autores dos livros, pois eles foram pra mim como verdadeiros professores que me ajudaram a sair de onde eu estava.

De todas as medidas a que considero a mais importante é a limpeza emocional interior. Quando estamos cheios de lixo emocional, o esforço para nos conectarmos com coisas positivas é enorme. Ao aplicamos a EFT as mudanças costumam ser rápidas, muitas vezes espantosas. Limpando a nossa negatividade interior atingimos a raiz do problema e ficamos mais positivos sem precisar de esforço. Fica também muito mais fácil assimilar livros e não dar atenção a negatividade.

A EFT é uma técnica que você pode se auto aplicar e ter grandes resultados. Mas também incentivo a todos que busquem ajuda profissional para fazer algumas sessões (ou muitas), pois os resultados são bem mais rápidos e profundos com uma condução experiente. Vou recomendar alguns profissionais que conheço e sei que fazem um bom trabalho e que atendem pela internet (via skype) e presencialmente:

Luiz Antonio Berto – http://www.vivenciaemcura.com.br/atendimentoonline.html
Vitória - http://www.spaemocional.com.br/page_25.html
Sonia Novinsky:
http://www.emofree.com.br

Se você deseja ter uma experiência profunda com a EFT, estarei ministrando nos dias 01 e02 de outubro, um
Curso Online ao vivo de EFT ao vivo com 12 horas de duração:


Estarei também presencialmente com Workshops básicos em São Paulo dias 02, 03 e 04 de setembro, em Brasilia dias 23, 24 e 25 de setembro e em Recife dias 07, 08 e 09 de outubro:
http://www.eftbr.com.br/cursos-presenciais.asp

Abraços,
André Lima - http://www.eftbr.com.br



"Onde está o pensamento, está a força. 
É tempo de os gênios passarem à frente dos heróis."
(Victor Hugo)

...


30.8.11

137: “O Dom Celestial da Oração”


"A natureza é a arte de Deus."

Olá!
Sim, com certeza muitas coisas aconteceram na minha vida hoje, boas. Mas eu gostaria de deixar apenas uma bela mensagem que encontrei "por acaso" hoje pela internet. Embora não busque muita inspiração diretamente em religiões, esta mensagem abaixo tocou forte o meu coração. Além do mais, acabei de assistir a um lindíssimo filme, muito inspirador, baseado em história real. Então estou me sentindo ainda mais estou "carregada de Deus", porém outro dia comento mais sobre isso.



“O Dom Celestial da Oração”




Élder Richard G. Scott 

Do Quórum dos Doze Apóstolos

A oração é um dom celestial concedido a cada alma por nosso Pai Celeste. Pense nisto: o absoluto Ser Supremo, o personagem que tudo sabe, tudo vê, que tudo pode, incentiva você e a mim, por mais insignificantes que sejamos, a conversar com Ele como nosso Pai. De fato, por saber quão desesperadamente precisamos de Sua orientação, Ele ordena: “Que ores em voz alta, assim como em teu coração; sim, perante o mundo, como também em segredo; em público, assim como em particular”.

Não importa nossa situação, quer sejamos humildes ou arrogantes, pobres ou ricos, livres ou escravizados, instruídos ou ignorantes, amados ou desamparados, podemos nos dirigir a Ele. Não precisamos de hora marcada. Nossa súplica pode ser breve ou pode ocupar todo o tempo que for necessário. Pode ser uma longa expressão de nosso amor e gratidão, ou um pedido urgente de ajuda. Ele criou universos inumeráveis e colocou mundos neles, mas ainda assim, você e eu podemos conversar com Ele pessoalmente, e Ele sempre nos dará uma resposta.

Como Você Deve Orar?

Oramos ao nosso Pai Celestial no sagrado nome de Seu Filho Amado, Jesus Cristo. A oração é mais eficaz quando nos esforçamos para ser dignos e obedientes, quando temos motivos justos e estamos dispostos a fazer o que Ele pedir. A oração humilde e fervorosa traz orientação e paz.

Não se preocupe se você expressa seus sentimentos de forma desajeitada. Apenas converse com seu Pai, que é piedoso e compassivo. Você é Seu filho precioso, a quem Ele ama perfeitamente e a quem quer ajudar. Ao orar, reconheça que o Pai Celestial está perto e está escutando.

Uma chave para melhorar a oração é aprender a fazer as perguntas corretas. Em vez de pedir as coisas que você deseja, procure honestamente saber o que Ele quer para você. Então, ao conhecer a vontade Dele, ore para ser guiado e ter forças para cumpri-la.

Se alguma vez você se sentir longe de nosso Pai, muitas podem ser as razões. Seja qual for a causa, se você continuar a pedir ajuda, Ele o orientará para que recupere sua confiança de que Ele está ao seu lado. Ore, mesmo quando você não tiver o desejo de orar. Algumas vezes, como uma criança, você se comporta mal e acha que não pode trazer um problema ao Pai. Mas esse é o momento em que você mais precisa orar. 

Nunca se sinta indigno de orar.

Será que podemos realmente compreender o imenso poder da oração sem termos de enfrentar um problema esmagador e urgente, para percebermos que somos impotentes para resolvê-lo sozinhos? Nessas circunstâncias nos voltaremos para nosso Pai, em humilde reconhecimento de nossa total dependência Dele. É conveniente encontrar um local isolado, onde nossos sentimentos possam ser expressos durante o tempo e com a intensidade que se fizerem necessários.

Eu já fiz isso. Certa vez passei por uma experiência que me causou uma enorme ansiedade. Não tinha nada a ver com desobediência nem transgressão, mas com um relacionamento humano de vital importância. Durante algum tempo, extravasei meu coração em fervorosa oração. Mas, por mais que tentasse, não conseguia encontrar nenhuma solução — nada acalmava a opressiva emoção que havia em mim. Roguei ajuda àquele Pai Eterno que passara a conhecer e em quem confiava plenamente. Não conseguia encontrar nenhum caminho que me trouxesse a calma que geralmente tenho a bênção de desfrutar. O sono me venceu. Quando acordei, senti-me em completa paz. Ajoelhei-me novamente em solene oração e perguntei: “Senhor, como isso aconteceu?” Em meu coração, soube que a resposta era Seu amor e Sua preocupação por mim. Tal é o poder da oração sincera a um Pai compassivo.

Aprendi muito a respeito da oração ouvindo o Presidente Hinckley oferecer súplicas em nossas reuniões. Você pode aprender muito, se estudar cuidadosamente a oração que ele fez em público, ao final da conferência de outubro de 2001, pelos filhos do Pai que se encontram no mundo inteiro. Ele ora com o coração, e não como se lesse um texto preparado.

Estude aquela oração e descobrirá que não existem repetições vãs, nem atitude alguma para impressionar outras pessoas, como às vezes ocorre. Ele combina palavras simples, com eloquência. Ora como um filho humilde e fiel que conhece bem seu amado Pai Celeste. Ele tem certeza de que Sua resposta virá, quando for mais necessária. Cada oração é talhada para um propósito, como uma declaração clara do que precisa de solução, ou uma ampla expressão de gratidão em reconhecimento de bênçãos específicas. Suas orações espontâneas são como pedras preciosas lapidadas, testemunhas silenciosas do lugar primordial que a oração ocupa na vida dele há muitos e muitos anos.


Como as Orações São Respondidas?

Algumas verdades, que mostram como as orações são respondidas, podem ajudá-lo.

Com frequência, quando oramos pedindo ajuda para um assunto significativo, o Pai Celestial envia inspirações sutis que nos fazem pensar, exercer a fé, trabalhar e, às vezes, vencer dificuldades, e depois agir. É um processo passo a passo, que nos capacita a descobrir respostas inspiradas.

Já percebi que aquilo que às vezes parece uma barreira impenetrável à comunicação é um passo gigantesco de confiança que precisamos dar. Poucas vezes você receberá a resposta completa de uma só vez. Ela virá um pouco por vez, em partes, para que sua aptidão cresça. À medida que cada parte é seguida com fé, você será guiado a outras partes, até obter a resposta inteira. Esse padrão exige o exercício da fé na capacidade de resposta de nosso Pai. Embora às vezes possa ser muito difícil, esse processo resulta em um crescimento pessoal significativo.

Ele sempre ouvirá suas orações e invariavelmente vai respondê-las. Contudo, Suas respostas raramente virão enquanto você estiver de joelhos orando, mesmo implorando uma resposta imediata. Em vez disso, Ele vai inspirá-lo nos momentos tranquilos, quando o Espírito puder tocar sua mente e seu coração com maior eficácia. Por isso, você deve procurar momentos de tranqüilidade nos quais poderá perceber que está sendo instruído e fortalecido. Esse padrão, dado pelo Senhor, fará com que você cresça.

O Presidente David O. McKay testificou: “É verdade que as respostas a nossas orações nem sempre vêm diretamente, nem no momento, nem da maneira como prevemos; mas elas vêm no momento e da maneira que melhor sirva aos interesses daquele que faz a súplica”. Seja grato quando, às vezes, Deus deixa que você se debata por um longo tempo, antes que a resposta chegue. Seu caráter se fortalecerá; sua fé aumentará. Existe uma relação entre os dois: quanto maior for a sua fé, mais forte será o seu caráter; e um caráter elevado aumentará sua capacidade de exercer ainda mais fé.

Ocasionalmente, o Senhor lhe dará uma resposta antes de você pedir. Isso pode ocorrer quando, por exemplo, você estiver na iminência de fazer algo que não deve, pensando erroneamente ser correto.

É tão difícil quando a oração sincera a respeito de alguma coisa que você deseja muito não é respondida da forma esperada! É difícil entender por que o seu exercício de fé profunda e sincera, em uma vida obediente, não garante o resultado desejado. O Salvador ensinou: “
Tudo o que pedirdes ao Pai em meu nome vos será dado, se for para vosso bem”. No dia-a-dia, às vezes é difícil reconhecer o que é melhor para você, ou o que é para o seu bem. Sua vida será mais fácil, quando aceitar que tudo o que Deus faz é para o seu eterno bem.

É pedido que você busque uma resposta para suas orações.Obedeça ao conselho do Mestre, de estudar bem o problema em sua mente. Com frequência, você pensará em uma solução; ao buscar a confirmação de que sua resposta está correta, a ajuda virá. Poderá vir por meio de suas orações, ou como uma inspiração do Espírito Santo e, muitas vezes, pela intervenção de outras pessoas.

A seguinte orientação a respeito da oração, dada a Oliver Cowdery, pode também ajudá-lo: “Eis que supuseste que eu o concederia a ti, quando nada fizeste a não ser pedir-me.

Deves estudá-lo bem em tua mente; depois perguntar se está certo e, se estiver certo, farei arder dentro de ti o teu peito; portanto sentirás que está certo”.

Portanto, a resposta chega sob a forma de um sentimento acompanhado de convicção. O Salvador define dois aspectos distintos na resposta: “Eu te falarei em tua mente e em teu coração, pelo Espírito Santo”.

As respostas à mente e ao coração são mensagens do Espírito Santo ao nosso espírito. Para mim, a resposta à mente é tão específica quanto palavras ditadas, enquanto a resposta ao coração é generalizada, como um sentimento para orar mais.

Então o Senhor esclarece: “Mas se o que você propõe não estiver certo terás um estupor de pensamento” Isso, para mim, significa um sentimento de inquietude, de incômodo.

Oliver Cowdery aprendeu ainda outra forma sob a qual as respostas positivas vêm: “Não dei paz a tua mente quanto ao assunto?” O sentimento de paz é o testemunho confirmador mais comum que eu pessoalmente sinto. Quando fico muito preocupado quanto a um assunto importante, debatendo-me sem sucesso para resolvê-lo, continuo a esforçar-me fervorosamente para encontrar uma solução. Por fim, uma paz envolvente toma conta de mim, aquietando minhas preocupações, como Ele prometeu.

Alguns mal-entendidos a respeito da oração podem ser esclarecidos ao percebermos que as escrituras definem princípios para uma oração eficaz, mas não garantem quando uma resposta será dada. De fato, o Senhor responderá sob uma das três formas: primeiro, você pode sentir paz, consolo e segurança, que confirmam que sua decisão está correta; segundo, você pode sentir-se incomodado, com um estupor de pensamento, indicando que sua escolha está errada; terceiro — e este é o mais difícil — você pode sentir que não recebeu nenhuma resposta.

O que você faz, depois de se preparar cuidadosamente, orar com fervor, esperar durante um período de tempo razoável por uma resposta e, ainda assim, não a receber? Talvez deva expressar gratidão quando isso ocorre, porque é uma prova da confiança do Pai em você. Quando você vive dignamente, quando suas escolhas são consistentes com os ensinamentos do Salvador, e uma ação se torna necessária, proceda com confiança. Conforme for a sua sensibilidade para receber a inspiração do Espírito, uma das duas coisas certamente ocorrerá, no momento certo: virá o estupor de pensamento, indicando uma escolha inadequada, ou virá paz, ou um ardor no coração, confirmando que a escolha foi correta. Se você estiver vivendo dignamente e agindo com confiança, Deus não deixará que você vá muito longe, sem uma impressão de advertência, se tiver tomado a decisão errada.


Gratidão pelo Dom da Oração

Quando refletimos a respeito do incomparável dom da oração e das bênçãos ilimitadas que fluem dela, um profundo sentimento de gratidão enche-nos a mente e o coração, fazendo-os transbordar e render graças continuamente. Não deveríamos, portanto, expressar ao nosso amado Pai, contínua e profundamente, da melhor maneira que pudermos, nossa infinita gratidão pelo dom celestial da oração e por Suas respostas, que atendem às nossas necessidades e, ao mesmo tempo, nos motivam a crescer?

Testifico que nosso Pai sempre responderá às suas orações, da maneira e na hora que forem melhores para o seu eterno bem. Em nome de Jesus Cristo. Amém

"Ao despontar do dia, a melhor oração consiste em pedirmos a aventura de não perder nenhum dos seus instantes."
(John Ruskin)

...

29.8.11

136: O dom supremo



"A vida em abundância vem apenas através do amor."
(Elbert Hubbard)

Olá!
Tive mais um dia iluminado. Acordei muito animada. Trabalhei, namorei, comecei e terminei de ler um pequeno livro muito belo chamado: "O dom supremo, de Henry Drummond traduzido por Paulo Coelho. Foi indicação da minha mãe e uma pessoa muito querida havia indicado a ela. Fala sobre o AMOR. 


Não o amor físico, muito menos a paixão avassaladora, mas o amor de Deus por nós e nosso por nós mesmos e pelos demais. Material lindo e necessário. Colocarei um resumo do mesmo aqui, mas no final segue um link caso você deseja abaixá-lo gratuitamente em PDF.



O AMOR É O DOM SUPREMO
(Coríntios I, cap. 13; vers. 1 a 13)


Ainda que eu fale a línguas dos homens e dos anjos, se não tiver amor, serei como o bronze que soa ou como o címbalo que retine.

Ainda que eu tenha o dom de profetizar e conheça todos os mistérios e toda a ciência; ainda que eu tenha tamanha fé; a ponto de transportar montes, se não tiver amor nada serei.

E ainda que eu distribua todos os meus bens entre os pobres e ainda que entregue o meu próprio corpo para ser queimado, se não tiver amor, nada disso me aproveitará.

O amor é paciente, é benigno; o amor não arde em ciúmes, não se ufana, não se ensoberbece, não se conduz inconvenientemente, não procura os seus interesses, não se exaspera, não se recente do mal; não se alegra com a injustiça, mas regozija-se com a verdade; tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.

O amor jamais acaba; mas, havendo profecias, desaparecerão; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, passará; porque em parte, conhecemos e em parte profetizamos.

Quando porém, vier o que é perfeito, então o que é parte será aniquilado.

Quando eu era menino, falava como menino, sentia como menino, pensava como menino; quando cheguei a ser homem, desisti das coisas próprias de menino.

Porque agora, vemos como em espelho, obscuramente, então veremos face a face. Agora,conheço em parte; então conhecerei como também sou conhecido.

Agora pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três; porém o maior destes é o amor.

- Saulo de Tarso - I Corintios 13; 1-13




Qual é a coisa mais importante para exercermos nosso ministério com eficácia? 

Fé?... Se em algum momento pensamos que ela é a mais importante, podemos deixar de pensar. 

Analizando o texto - (... Agora pois, estas três permanecem: a fé, a esperança e o amor, mas a maior destas é o amor. (Vers.13). 

Pedro disse: "Mas sobretudo, tende ardente amor uns para com os outros; porque o amor cobrirá uma multidão de pecados." (I Pedro 4;8) 

João foi mais além, ele escreveu: "...Deus é amor!" (I. João 4;8)

Porque Paulo escreveu isto? Porque os homens queriam chegar ao paraíso cumprindo os dez manadamentos. Aí escolheram mais 613 preceitos na lei para alcançarem a suprema realização da fé. 

Jesus Cristo disse: Se vocês amarem, estão cumprindo a lei, mesmo que não tenham consciência disto. 

Ex: Quando um homem ama, é desnecessário exigir que honre seu pai e sua mãe, ou que não mate. Para o homem que quer bem a seu próximo é uma ofensa exigir que não roube - como poderia roubar quem ama? 


Como o arco-íris. Em um arco-íris, as gotas de chuva no ar agem como pequenos prismas. A luz entra na gota de chuva, reflete do outro lado da gota e sai. Sete cores - A luz é branca. Quando o amor de Deus prenche os nossos corações como um prisma, atravessando a sensibilidade humana surgem as nove atitudes do amor, como as cores do arco-íris. São elas:

1) Paciência: "O Amor é paciente!" Tudo espera, tudo suporta. Este é o comportamento normal do Amor, esperar com calma, sem pressa, sabendo que em determinado momento ele poderá se manifestar... Consegue conviver com a incoerência do outro; é capaz de entender a limitação do outro.

2) Bondade: "O amor é benigno!" Amor ativo. Já repararam que Cristo utilizou grande parte do seu tempo no mundo sendo bom para os outros, deixando os outros contentes? Estar feliz em fazer o outro se sentir realizado.

3) Generosidade: "O amor não arde em ciúmes!" Amar é competir com o amor dos outros. Deixe os outros se amarem. Sempre que você quiser praticar uma boa ação, encontrará pessoas que fazem a mesma coisa, às vezes de uma maneira muito melhor que a sua. Não os inveje. A inveja é um sentimento dirigido àqueles que estão ao nosso lado, geralmente tentando destruir o que há de melhor nesta pessoa. 

4) Humildade: "O amor não se ufana nem se ensoberbece!" Colocar um selo em nossos lábios e esquecer nossa paciência, nossa bondade, nossa generosidade. Depois que o Amor penetrou em nossas vidas e realizou seu belo trabalho, devemos ficar quietos e não dizer nada.O Amor se esconde, inclusive, de si mesmo. O Amor evita a auto-satisfação. O Amor "não se ufana, nem se ensoberbece."

5) Delicadeza: "O amor não procura seus interesses!","O Amor não se conduz inconvenientemente!" "O amor é delicadeza!" Este é o amor entre os homens, o amor na sociedade. Muitas pessoas costumam dizer que delicadeza é um sentimento supérfluo. Não é verdade: delicadeza é o Amor manifesto nas pequenas coisas.O Amor não consegue ser agressivo ou inconveniente, não consegue comportar-se de maneira errada. Você pode ser a pessoa mais tímida do mundo, mais despreparada para lidar com o próximo - mas, se tiver um reservatório de amor em seu coração, sempre agirá da maneira certa. Quem possui Amor em seu coração, não pode agir grosseiramente. 

7) Tolerância: "O amor não se exaspera!" Somos inclinados a julgar a intolerância como um defeito de família, uma característica de personalidade, uma distorção da natureza, quando na verdade deveríamos considerá-la uma verdadeira falha do caráter do homem. Em razão disso, na análise que faz do Amor, Paulo cita a tolerância. E a Bíblia, em muitas outras passagens, cita a intolerância como elemento mais destruidor da nossa maneira de agir. O que mais me impressiona é que a intolerância, o preconceito, está sempre presente na vida de pessoas que se julgam virtuosas. Geralmente é a grande mancha numa personalidade que tinha tudo para ser gentil e nobre. Conhecemos muitas pessoas que são quase perfeitas mas que - de repente - acham que estão certas em alguma coisa e perdem a cabeça por causa disto. 

8) Sinceridade: "O amor não se alegra com a injustiça, mas regozija-se com a verdade!" Chamei este ingrediente de sinceridade. Aquele que sabe amar, ama a Verdade tanto quanto o seu próximo. Alegra-se com a Verdade - mas não com a verdade que lhe foi ensinada. Não com a verdade das doutrinas. Nem com a verdade das igrejas. Nem com este ou aquele "ismo". Ele se alegra na Verdade. Busca a Verdade com uma mente limpa, humilde e sem preconceitos ou intolerância - e acaba ficando satisfeito com o que encontra. Talvez a palavra sinceridade não seja a melhor para explicar esta qualidade do Amor, mas não consigo encontrar nenhuma outra. 

9) Inocência: "O Amor não se ressente do mal!" As pessoas que mais nos influenciam, mas nos tocam, são aquelas que acreditam no que dizemos. Num ambiente de mútua suspeita, as pessoas se retraem. Diante da inocência porém, todos nós crescemos. Encontramos coragem e amizade junto de quem acredita em nós. Quem nos entende, pode nos transformar. É muito bom saber que, aqui e ali, ainda existem certas pessoas que não ficam ressentidas com o mal porque sabem a importância do bem que estão fazendo. Estas pessoas cresceram aos olhos dos homens e de Deus. Não temem a inveja ou a indiferença. vêem sempre o lado bom, colocam o melhor de si para funcionar. 

Agora temos que nos esforçar para que todos estes ingredientes passem a fazer parte de nós mesmos.
Este deve ser nosso objetivo no mundo: aprender a amar!

Algumas decisões qiue precisamos tomar:

1) Prática: Como especializar-se em uma profissão?Procure ver o mundo como um grande aprendizado de Amor e não fique lutando contra aquilo que acontece em sua vida. Não reclame por precisar estar sempre atento, ser obrigado a viver em ambientes mesquinhos, cruzando com almas pouco desenvolvidas.

 2) IMPORTANTE: Esta foi a maneira que Deus encontrou para você praticar.  Conviver com a incoerência humana.

Pois bem. Eu mostrei alguns aspectos do Amor, para facilitar nossa compreensão a respeito de Deus e do próximo. 

Mas são apenas aspectos. O Amor jamais pode ser definido. 

A luz é muito mais que a soma de seus componentes - é algo que brilha fulgurante no espaço. 

E o Amor é muito mais que a soma de todos os seus ingredientes; é uma coisa viva, palpitante, divina. 

Se misturarmos todas as cores do arco-íris, tudo que conseguimos criar é a cor branca - não conseguimos fazer a luz. 

Da mesma maneira, ao sintetizar todas as virtudes das quais falamos, podemos nos tornar virtuosos, mas não quer dizer que tenhamos aprendido a amar.

Nada disso, porém, vai nos fazer amar, porque o Amor é um efeito. E só ao conhecermos a causa, o efeito se manifesta.

Devo dizer qual é esta causa?

Se lermos a Versão revisada da Primeira Epístola de João, vamos encontrar as seguintes palavras:

"Nós amamos porque Ele nos amou primeiro!"

Está escrito: "nós amamos", e não "nós" 'O amamos", como traduziram antes, de maneira errada.

"Nós amamos porque Ele (Deus) nos amou primeiro." Reparem na palavra porque.

Porque Ele primeiro nos amou, o efeito - consequentemente - é que nós amamos. No prisma de nossa sensibilidade somos todos manifestações do Amor.

Amamos a Ele, amamos a nós mesmos, amamos a todos.

Você não pode se obrigar a amar, e tampouco pode obrigar a qualquer pessoa. Tudo que pode fazer é olhar o Amor, apaixonar-se por ele, e copiá-lo. Ame o Amor. Olhe o grande sacrifício que Ele propôs a si mesmo. Ao amá-lo, você se tornará como Ele.


O Amor produz Amor.

Permaneça perto de quem nos amou, e você será imantado por esse Amor. Qualquer homem que buscar esta causa, terá o seu efeito. O Amor derrete o mal que existe no coração de um homem e o transforma em uma nova criatura - paciente, humilde, tolerante, gentil, entregue, sincera. Não existe nenhuma outra maneira de conseguir amar - e tampouco há qualquer mistério sobre isto. Nós amamos os outros, amamos a nós mesmos, amamos nossos inimigos, porque primeiro, fomos amados por Ele (Deus) e só isso importa na vida.



O Dom Supremo é um livro de Paulo Coelho, adaptação livre do livro "A Melhor Coisa do Mundo" (The Greatest Thing in the World), de Henry Drummond. Fala sobre um trecho da carta de São Paulo aos Coríntios.

Conta a história de um famoso e consagrado Pastor que pregava em um jardim em Kent, na Inglaterra, no final do século retrasado, e em um dia com pouca inspiração, resolveu chamar um jovem e desconhecido missionário presente (Henry Drummond) para substituí-lo e pregar para as pessoas. O jovem então faz uma profunda reflexão sobre o 13º Capitulo da carta de São Paulo aos Coríntios que fala muito a respeito do "Dom Supremo" que é o Amor. Um dos mais belos textos sobre o Amor de que se tem notícia. Traduzido em diversas línguas, este livro é considerado um dos clássicos da Busca Espiritual, com mais de cinco milhões de exemplares vendidos em todo o mundo.

Para fazer o download do livro completo, clicar no link abaixo:



"A vida nos ensinou que o amor não consiste em olhar um para o outro, mas sim olhar juntos para fora na mesma direção."
(Antoine De Saint Exupery)


Até amanhã!

...


28.8.11

135: Cientista relata motivos para crer em Deus


"Felicidade é estado de alma, é atmosfera, não depende de fatos ou circunstâncias externas."
(Clarice Lispector)

Olá!
Esquentou bastante, será que o inverno finalmente acabou?! Dia lindo e quente. O que fiz de mais gostoso: fui a uma festa de aniversário surpresa e revi muitos amigos queridos que eu não via há mais de um ano. No mais, trabalhei um pouquinho. Recebi o texto abaixo e gostei!


Cientista relata motivos para crer em Deus 
Razões para crermos em Deus 


Por A. CRESSY MORRISON
Ex-presidente da Academia de Ciências de Nova York 

“Nós ainda estamos no amanhecer da era científica, e toda aquisição de conhecimento nos revela mais e mais a obra de um Criador inteligente.

Fizemos descobertas estupendas; com um espírito de humildade científica e de fé fundamentada no conhecimento, estamos nos aproximando de uma consciência de Deus.

Eis algumas razões para minha fé:

Através da lei matemática podemos provar sem erro que nosso universo foi projetado e foi executado por uma grande inteligência de engenharia.

Suponha que você coloque dez moedas de um centavo, marcadas de um a dez, em seu bolso e lhes dê uma boa agitada. Agora tente pegá-las na ordem de um a dez, pegando uma moeda a cada vez que você agita o bolso.

Matematicamente sabemos que a chance de pegar a número um é de um em dez; de pegar a um e a dois em seqüência é de um em 100; de pegar a um, dois e três em seqüência é de um em 1000 e assim por diante; sua chance de pegar todas as moedas, em seqüência, seria de um em dez bilhões.

Pelo mesmo raciocínio, são necessárias as mesmas condições para a vida na Terra ter acontecido por acaso.

A Terra gira em seu eixo 1000 milhas por hora no Equador; se ela girasse 100 milhas por hora, nossos dias e noites seriam dez vezes mais longos e o Sol provavelmente queimaria nossa vegetação de dia enquanto a noite longa gelaria qualquer broto que sobrevivesse.

Novamente, o Sol, fonte de nossa vida, tem uma temperatura de superfície de 10.000 graus Fahrenheit, e nossa Terra está distante bastante para que esta “vida eterna” nos esquente só o suficiente!

Se o Sol desse somente metade de sua radiação atual, nós congelaríamos, e se desse muito mais, nos assaria.

A inclinação da Terra a um ângulo de 23 graus, nos dá nossas estações; se a Terra não tivesse sido inclinada assim, vapores do oceano moveriam-se norte e sul, transformando-nos em continentes de gelo.

Se nossa lua fosse, digamos, só 50.000 milhas mais longe do que hoje, nossas marés poderiam ser tão enormes que duas vezes por dia os continentes seriam submergidos; até mesmo as mais altas montanhas se encobririam.

Se a crosta da Terra fosse só dez pés mais espessa, não haveria oxigênio para a vida.

Se o oceano fosse só dez pés mais fundo o gás carbônico e o oxigênio seriam absorvidos e a vida vegetal não poderia existir.

É perante estes e outros exemplos que NÃO HÁ UMA CHANCE em um bilhão que a vida em nosso planeta seja um acidente. É cientificamente comprovado o que está escrito abaixo:

“Os céus manifestam a glória de Deus e o firmamento as obras de suas mãos.”
(Sal 19.1) 

“O Senhor com sabedoria, fundou a terra; preparou os céus com inteligência.”
(Prov 3.16) 

“Porque os atributos invisíveis de Deus, assim o seu eterno poder, como também a sua própria divindade, claramente se reconhecem, desde o princípio do mundo, sendo percebidos por meio das coisas que foram criadas. Tais homens são, por isso, indesculpáveis;”
(Romanos 1 : 20) 

"Deus deseja que todo homem seja salvo e chegue ao pleno conhecimento da verdade"
(1 Timóteo 2.4) 

Mas... Mesmo com estas evidências, continuarão existindo céticos, pois Deus se manifesta nas diferenças, no todo, no conjunto. No fundo é isso que faz a vida ter mais sentido, o fato de que não existe uma pessoa igual à outra; isso torna a vida muito mais desafiadora e interessante, não é?! E lá vem o clichê: "A vida seria muito chata se todos fôssemos iguais."



"Existe somente uma idade para a gente ser feliz, somente uma época na vida de cada pessoa em que é possível sonhar e fazer planos e ter energia bastante para realizá-los a despeito de todas as dificuldades e obstáculos.

Uma só idade para a gente se encontrar com a vida e viver apaixonadamente e desfrutar tudo com toda intensidade sem medo nem culpa de sentir prazer.

Fases douradas em que a gente pode criar e recriar a vida à nossa própria imagem e semelhança e vestir-se com todas as cores e experimentar todos os sabores e entregar-se a todos os amores sem preconceito nem pudor. 

Tempo de entusiasmo e coragem em que todo desafio é mais um convite à luta que a gente enfrenta com toda disposição de tentar algo NOVO, de NOVO e de NOVO, e quantas vezes for preciso.

Essa idade tão fugaz na vida da gente chama-se PRESENTE e tem a duração do instante que passa."
(Mario Quintana)


Tenha uma semana MARAVILHOSA!

...