10.9.12

294: Condor Blanco em Fortaleza e "O Amor"


"A vida em abundância vem apenas através do amor."
(Elbert Hubbard)

Olá!
Tenho tantas coisas pra escrever... 
Conforme comentei na publicação anterior, eu tinha um curso espetacular em Fortaleza.
Participei!
Cidade maravilhosa, vento refrescante, gente carinhosa, simples e alegre, trânsito que respeita o pedestre, paisagens paradisíacas, comida gostosa, passeio nas dunas, muita água de coco, praia e piscina, tudo perfeito...




Mas também gostaria de falar sobre o amor, então se preferir ler apenas sobre este tema e não quiser saber deste seminário que participei ("a mulher amante"), vá para o final.
Porém, se você está "me seguindo" por aqui sabe que trata-se daquela nova filosofia que venho conhecendo, chama-se Condor Blanco.
Passamos vários dias num dos melhores (talvez o melhor) resort do Brasil (Villa Galé Cumbuco) e foi uma experiência indescritível. Gostaria que todas as pessoas que conheço tivessem tido a oportunidade de estar lá, pois saímos transformados e recarregados.




Resort Villa Galé Cumbuco


Seguem abaixo algumas fotos tiradas neste evento:


ESTRELA DO MAR em FORTALEZA: 
Um Mega Evento Cóndor Blanco
Pessoas do mundo inteiro, inesquecível
Não parece um pedaço do paraíso?

Alguns líderes desta filosofia


















Numa das atividades tivemos uma linda palestra com um lama. Tema: o amor. 
Creio que foi uma das mensagens mais belas que já ouvi. 
Ele comentou sobre a diferença entre o amor incondicional, verdadeiro e a compaixão e a piedade. Segundo ele, aqui no ocidente costumamos ter uma visão incorreta sobre o amor. Concordo... Abriu meus olhos... Amei!
Nas próximas publicações posso dar continuidade a este tema, se alguém desejar.
Enfim... Formamos quartetos e tivemos que escrever algo sobre o amor e apresentar ao grupo todo.




Gostaria de deixar aqui a "poesia" que escrevi sobre este tema e que foi escolhida por meu quarteto para nos representar.






"A M O R"



Respiro...

Internalizo...

Solto...

Sinto...

Liberto...

Investigo...

Vibro...

E então... 

Me silencio...

Me desafio...

Me abro...

Me calo...

Me racionalizo...

Me separo...

Me cobro...

Me disciplino...

Me inquieto...

Me julgo...

Me controlo...

Me ridicularizo...

Me analiso...

Me critico...

Me comparo...

Me corrijo...

Me fecho...

Me questiono...

Me apresso...

Me puno...

Me sufoco...


Me desmonto...

Me queimo...

Me derrubo...

Me alieno...

Me saboto...

Me destruo...

Me quebro...

Me odeio...

Me vingo...

Me mato...


E aos poucos renasço! 

Me desafio...

Me reabro...

Me entrego...

Me recarrego...

Me permito...

Me observo...

Me exercito...

Me reconecto...


Me alivio...

Me congratulo...

Me perdôo...

Me surpreendo...

Me divirto...
 
Me acaricio...

Me cuido...

Me respeito...

Me aceito...

Me encorajo...

Me admiro...

Me encanto...

Me alegro...

Me conquisto...

Me compreendo...

Me parabenizo...

Me tranquilizo...

Me aventuro...

Me energizo...

Me purifico...

Me abraço...

Me arrumo...

Me beijo...

Me delicio...

Me encanto...

Me aprecio...

Me presenteio...

Me conheço...

Me reconheço...

Me recrio...

Me aprofundo...

Me desapego...


Me liberto...

Me transformo...

Me resedenho...

Me decifro...

Me sinto...

Me espiritualizo...

Me desnudo...

Me transcendo...

Me entrego...

Me apaixono...

Me uno...

Me transmuto...


M E   A M O!!!

 E sinto "DEUS" dentro de mim... 

E assim, vou procurando no meu tempo e espaço, no meu aqui e agora fazer tudo isso como uma forma de manifestar a minha essência, que é o verdadeiro amor.

Este amor é novo para mim, porque é feliz, belo, puro, alegre, calmo, confiante, seguro, duradouro, desapegado, evoluído e sagrado.

Ele está latente dentro de mim porque aprendi que sou um ser sagrado, divino, SOU AMOR!

Através deste sentimento, sou capaz de aprender a amar incondicionalmente, sem ego.

Começo tendo mais paciência comigo, procurando amar eu mesma, sem ego mas com a verdadeira autoestima, o tão necessário amor próprio.

Percebo que é isto o que Deus quer de mim, que eu aprenda a me amar incondicionalmente, me reconectando à "Ele" que também é amor.

E então automaticamente sinto uma conexão sagrada que me faz ver que estamos todos realmente ligados, somos todos este amor.


Precisamos fazer esta "reconexão"...

Assim... passo a compreender que amar todas as pessoas ao meu redor é a única coisa que faz sentido nesta vida.

Aos poucos este amor vai crescendo e como uma força poderosa, contagia o mundo inteiro, manifestando assim a minha missão como mulher neste mundo: ser a semente do próprio amor!!!




"Não se nasce mulher: 
torna-se."
Simone de Beauvoir 




Até breve!





...