30.12.13

306: Purificação para o ano novo



Olá!
Como vai você?
Amanhã teremos mais uma virada de ano e com ela, chegam novos sonhos, metas, desejos e projetos. Então estou aqui para fazer aquela pergunta muito importante: Quais são os seus objetivos? 


Vale ressaltar que não podemos apenas sonhar. Quantas vezes nos animamos imensamente nos primeiros dias do ano e depois perdemos o "fôlego" e acabamos deixando de lado tudo aquilo que pode nos trazer mais felicidade e realização? 
Quanto dura nossa motivação? E nossa dedicação? O que nos impede de irmos além de nós mesmos rompendo todos os limites para alcançarmos o "impossível"?


Por que será que nos autossabotamos? 
Talvez porque podem existir energias, vibrações que nos atrapalham, sejam elas crenças limitantes, dores, mágoas e tristeza que estamos carregando em nosso subconsciente. 
Mas existem excelentes ferramentas para fazermos esta faxina mental/energética e hoje citarei uma das minhas favoritas para transmutar todas as falsas crenças e dores am algo positivo e potencializador de muitas realizações. Aprendi esta ferramenta na Seicho-No-Ie.  

Faça um pedido / Make a wish

E a época do ano não poderia ser mais propícia para nos recarregarmos de boas vibrações, não é? 
Então aqui estão os 5 passos maravilhosos que sugiro.Eles poderão levar ao todo de 15 minutos à 1 ou 2 horas, dependendo da sua entrega e desejo de deixar o passado para trás e seguir com muita energia positiva e com a alma leve, purificada. Preparado(a)?



Passo 1) Purificação da Mente:

Pegar várias folhas de papel e 1 caneta. Fique sozinho(a) em silêncio, respire fundo várias vezes,... e depois escreva em folhas de papel toda a sua mágoa, sua raiva, seus maiores ressentimentos e arrependimentos, escreva toda a dor que já sentiu na vida. Deixe fluir toda a raiva, dor, tristeza, ... Faça com força, com sentimento, com dor, com desespero... Pode gritar, chorar, dar soco no papel ou no travesseiro, tem que abrir as portas para toda a energia negativa acumulada durante toda uma vida poder sair. Pode colocar nomes, como: 
eu odeio ..., eu nunca vou perdoar ..., pode escrever crenças limitantes como: eu sou feio, pobre, burro, inseguro, ... eu tenho medo do futuro, não tenho dinheiro, me sinto só, não confio em mim, meus pais não me amam, não em queriam, odeio minha família, meu corpo, as pessoas não me compreendem, o mundo é feio, viver não vale a pena, tenho depressão jamais me perdoarei..., não mereço meu perdão, Deus vai me castigar, nada vai dar certo, jamais encontrarei um bom companheiro, ganhar dinheiro é difícil, não sei o que fazer, não vai dar certo... 



Por para fora tudo aquilo que não te serve mais, todo o "lixo" e depois que escrever tudo, mas tudo mesmo que pensa, sente e já passou de ruim, queimar o papel. 
Depois jogar as cinzas no vaso sanitário, e fazer a oração abaixo.




2) Oração para perdoar o próximo:

(Falar o nome da pessoa)

Eu o(a) perdoei e você me perdoou,

eu e você somos um só perante Deus.

Eu o(a) amo e você me ama também;

eu e você somos um só perante Deus.

Eu lhe agradeço e você me agradece.

Obrigado, obrigado, obrigado.

Não existe mais nenhum ressentimento entre nós.

Oro sinceramente pela sua felicidade.

Seja cada vez mais feliz, saudável e próspero.

Deus o(a) perdoa, portanto eu também o(a) perdôo.
Já perdoei a todas as pessoas e acolho a todas elas com o Amor de Deus.

Da mesma forma Deus me perdoa os erros e me acolhe com o Seu imenso amor.

Esta oração já foi atendida! Muito obrigado Deus!

PS.: Repetir diversas vezes até se sentir melhor.




3) Oração para perdoar a si mesmo:

O meu EU Espiritual perdoa e ama o meu EU Físico

O meu EU Físico ama e agradece o meu EU Espiritual

Obrigado! Obrigado! Obrigado!

O meu EU Espiritual protege e ama o meu EU Físico

O meu EU Físico reverencia, ama e agradece o meu EU Espiritual

Tudo agora se equilibra dentro do Amor, da Sabedoria, da Vida, da Alegria, da Harmonia e das dádivas infinitas de Deus. 

Manifesta-se em mim o mundo ideal da Imagem Verdadeira de Deus: 

Vida, Amor, Perfeição, Prosperidade e Harmonia estão chegando na minha vida

Obrigado! Obrigado! Obrigado!

Esta oração já foi atendida! Muito obrigada Deus!

PS.: Repetir diversas vezes até se sentir melhor.




4) Oração da Harmonia:

Estou em processo de aprender a me amar incondicionalmente, pois sei que é impossível ser uma pessoa perfeita, então me permito errar. 
A partir de agora, relaciono-me harmoniosamente com todas as pessoas, todos os seres viventes e todas as coisas. 
Já não tenho mais necessidade de perdoar nem aos outros nem a mim mesmo, pois compreendi que desde o princípio estou em paz e harmonia com tudo e com todos, e que sou um com todas as criaturas. 
O Amor de Deus preenche o Universo, está presente em toda parte, envolve-me, impulsiona-me e flui dentro de mim, sendo impossível afastar-me desse Amor. 
Obrigado, Deus! Confio em mim e nas pessoas, tudo já melhorou. Sou uma pessoa bela, próspera, saudável, feliz e cheia de amor. Muito obrigada Deus! Esta oração já foi atendida! 

PS.: Repetir diversas vezes.


5) Caderno de elogios:

Para finalizar, compre um caderno onde possa regfistrar todas as coisas boas/positivas da sua vida. Escreva vários autoelogios, registre vários momentos seus em que venceu algum desafio, triunfou, fez algo novo, saiu da zona de conforto, algo desafiante e que merece crédito. Também as pequenas coisas, pequenas gentilezas do dia-a-dia. E reserve um tempo para reescrever as crenças limitantes, por exemplo: se queimou a ideia de que não sabe gerenciar o tempo ou o dinheiro, escreva: estou em processo de me dedicar mais e aprender a gerenciar melhor meu tempo/dinheiro.

Gostou?  ;)


E por hoje é só...


Que 2014 seja o ano mais espetacular da sua vida até hoje
...





30.11.13

305: O que é Coaching e como ele funciona


"Os dois dias mais importantes da sua vida são:
o dia em que você nasceu...
e o dia em que descobriu a razão (missão).
Mark Twain

Olá!
Você saberia responder sem hesitar: para que você nasceu?  ;)  
...
Levei quase 4 décadas para descobrir a "minha resposta", sei que é muito particular. Profissionalmente falando, nasci para ser "Life Coach" e ainda para manifestar Deus através da realidade que crio, para experimentar o Sagrado, para escrever minhas experiências e compartilhar com quem desejar, para falar em público quando há algo que me toca e merece ser compartilhado, para aprender primeiramente a me amar incondicionalmente e em seguida amar aos demais da mesma forma, para unir a família sempre que possível, para romper as barreiras geográficas e me comunicar com o mundo inteiro, para viajar, para sonhar e apoiar o seu sonho (seja ele qual for), para concretizar uma vida integral ou seja, equilibrada e feliz em todas as áreas e muito mais. 
Como consegui descobrir o que parece ser a resposta para o sentido da minha vida? Buscando internamente e também através de livros, filmes, documentários, artigos, cursos e conversas, além de uma espécie de "Auto Coaching", ou seja, fazendo perguntas essenciais e buscando as respostas através do silênciio. Falarei mais sobre este método mais abaixo.




E você?
Costuma fazer "perguntas essenciais"? 
...
Está 100% feliz e realizado(a) em todas as áreas?
Já descobriu o que trouxe você para esta vida?
Quais são seus sonhos/metas/planos não apenas para o próximo ano, mas para toda a sua vida?
Quais os desafios que impedem com que você chegue lá?
Já construiu um projeto de vida?
Qual legado quer deixar quando não estiver mais aqui?
O que faz seu coração pulsar mais forte de alegria?
Trabalha com o que ama?
Tem o relacionamento que deseja?
Está feliz com sua saúde e seu corpo físico?
Você se sente realizado(a) com sua prosperidade financeira?
Quais as suas verdadeiras paixões?
Quais são os sabotadores que ainda exercem forte influência em você e acabam afastando a manifestação dos seus sonhos?
Você acredita que se conhece de verdade? Todas as suas habilidades competências, qualidades e pontos a melhorar?
Está sentindo que está caminhando rumo a uma vida feliz e realizada?
O que estaria disposto(a) a fazer para "acertar" o rumo? 
O que está esperando?
Do que você tem medo?


"Nosso grande medo não é o de que sejamos incapazes.
Nosso maior medo é que sejamos poderosos além da medida. Nos perguntamos:
Quem sou eu para ser brilhante, atraente, talentoso e incrível?
Na verdade, quem é você para não ser tudo isso?
Bancar o pequeno não ajuda o mundo. 
Á medida que deixamos nossa própria luz brilhar,
inconscientemente damos às outras pessoas permissão para fazer o mesmo".
Nelson Mandela


Se você chegou até aqui talvez esteja buscando uma resposta para algo concreto que possa apoiar você neste processo de realinhamento, de redescoberta, ou quem sabe até de renascimento para uma vida mais feliz, com mais sentido e valor.
Se é o seu caso, vou apresentar uma opção que conheço e indico: o processo de Life Coaching, ou Coaching de Vida.
Quer conhecer mais?




     Coaching é um processo de desenvolvimento humano e/ou organizacional onde o indivíduo desperta sua capacidade de agir através de investigação e reflexão. Neste processo, o Coach (profissional) conduz seus Coachees (clientes pessoa física ou jurídica) para a descoberta pessoal de suas habilidades assumindo total responsabilidade pelas suas próprias vidas com entusiasmo, estrutura e foco a fim que que consigam realizar ações em direção a um objetivo, metas e desejos com alta performance. Isso é possível através do uso de ferramentas e metodologias de autoconhecimento. Coaching não é terapia, nem aconselhamento. Não tem foco no passado e sim no presente e no futuro. 


O Coaching tem como objetivo desenvolver o indivíduo positivamente, para que o mesmo reconheça antigas, atuais e novas habilidades e competências comportamentais, psicológicas e emocionais, através da melhoria do autoconhecimento profundo.

Quer saber mais? 


Características do Coaching:

* Propõe o autoconhecimento contínuo;

* É um poderoso processo transformacional interno;

* Fornece ferramentas para avaliação das atitudes, crenças e posturas;

* Potencializa habilidades existentes e desenvolve novas habilidades;

* Gera melhoria da produtividade e da performance;

* Foca em sonhos, valores, missão de vida, metas e objetivos;

* Facilita o processo para se atingir o sucesso desejado em todas as áreas.




Objetivos do Coaching:

* Identificar sonhos e desafios na vida pessoal e/ou ou dentro de uma empresa;

* Auxiliar na busca de ações e soluções baseadas em mudanças permanentes baseadas no processo interno de cada participante/Coachee;

* Melhoria da qualidade de vida do Coachee em todas as áreas através de tarefas, metas, motivação e apoio contínuo.





Benefícios do Coaching:

* Melhora a qualidade da comunicação intrapessoal e interpessoal;

* Aumenta a autoestima;

* Gera mais feedback;

* Reduz conflitos internos e externos;

* Melhora o gerenciamento do tempo e das finanças;

* Promove novas atitudes e aumenta a disciplina;

* Potencializa o processo de liderança;

* Desenvolve o foco e o “auto observador”;

* Em casos de Coaching com líderes de equipes...

* Aumenta a eficiência dos processos e sistemas individuais e do grupo;

* Traz mais clareza e responsabilidade aos indivíduos e departamentos;

* Reorganiza e melhora a estrutura da vida pessoal e organizacional.



Um pouco mais sobre o meu método de trabalho:

Pacote mínimo:
10 sessões (Coaching individual ou para Equipes/Famílias)

Frequência: Preferencialmente sessões semanais (ou a combinar).

Duração de cada sessão:
Aprox. 90 min. cada sessão (presencial ou por skype/internet).

Duração do processo de Coaching:
Aproximadamente 3 meses (ou a combinar). 

Investimento: A combinar.

* Dúvidas podem ser tiradas por fone, skype, whassup ou mensagens privadas do facebook.




Marcia Maria Karasinski
Life Coach e Coach Executiva
Skype: marcia.karasinski
Email: marcia.karasinski@uol.com.br


Algumas pessoas esperam
toda a semana pela sexta-feira
todo o ano pelo verão
toda a vida pela felicidade

Você também está esperando???



Sua felicidade está esperando por você e eu também.

. . .



5.11.13

304: A mais bela oração

"Que toda a escuridão se torne luz"

Olá!
Respondendo o pedido de minha nova amiga (Geralda Souza de Minas Gerais), aqui vai mais uma publicação.
Pretendo comentar sobre algo que me trouxe um resultado incrível: orar / rezar de um modo diferente, mais puro, elevado, conectado. Para dar o devido crédito, foi dica da minha mãezinha; ela leu um artigo interessante no maravilhoso site: Somos Todos Um. 

 "Somos todos UM e apenas nossos egos, medos e crenças nos separam."

E por que decidi comentar sobre o "correto" modo de orar? Porque vivemos cada vez mais num mundo "materialista" e cheio de desafios, onde nas grandes metrópoles perdemos um pouco o contato tão sagrado e curativo que a natureza nos proporciona; especialmente se analisarmos como nossos antepassados viveram. Precisamos reencontrar esta poderosa "conexão" dentro de nós, este link entre os dois mundos, não importa onde estejamos e como esteja nosso ambiente ao redor.



É necessário que mudemos um pouco nosso estilo de vida, reservando mais tempo para esta reconexão, para que possamos acessar nossa essência sagrada, confiando mais na Fonte de Sabedoria Universal e em nosso merecimento como seres eternos, sagrados, búdicos. 
Gosto de me auto avaliar então sei que preciso acreditar mais no "impossível", sair da zona de conforto, ou osar mais, me entregar mais para o inesperado com confiança e alegria... 
Os "milagres" não podem permanecer como fatos isolados que ocorreram há milhares de anos, necessitamos trazê-los para o nosso presente. Coincidência ou não, olha o email que recebi hoje do autor Neale Donald Walsh (trilogia: Conversando com Deus):


Neste dia da sua vida, Marcia, acredito que Deus quer que você saiba...
que milagres na verdade não violam as leis da natureza.
C.S. Lewis disse isso, e é um imenso insight. 
Se acreditarmos que milagres são comuns, vamos esperá-los.
E esperar um milagre é a melhor forma de conseguir um.
  Com amor, seu amigo...


Não é um pensamento maravilhoso e poderoso?
Qual milagre você está esperando surgir em sua vida?
Quando vai acreditar nele? Que tal agora?
...  
Para ajudar você a realizá-lo, segue abaixo o artigo sobre como fazer uma oração poderosa (Site Somos Todos Um):

A ORAÇÃO CONECTADA DE 4 ETAPAS QUE TRANSFORMOU A MINHA VIDA

...

- Vocês não sabem rezar!

- Como assim não sabemos rezar? - Eu respondi um pouco assustado.

- Rezar é saber fazer uma conexão. E que conexão é essa que a pessoa faz se ela só olha para o próprio ego? Não é possível criar um campo de energia amplificado se os pensamentos e intenções estiverem apenas centrados nas frases: “meu filho, minha vida, meu emprego, minha família, meu marido, minha sogra, meu dinheiro e assim vai...”

- Então, é errado rezar para benefício pessoal e dos nossos próximos?

- Não, claro que não. O problema é que jamais se começa uma oração assim, pois, desta forma, o campo de energia gerado nunca irá expandir-se e multiplicar-se. Você pode e deve rezar por todos os seus objetivos pessoais, individuais ou não, mas você não pode se esquecer das leis naturais.

- Por favor, explique melhor...

- É que a energia que vem da oração é um alimento para o universo e pode ser convocada por qualquer ser. Contudo, ela é uma força superior com uma frequência sutil. Eu lhe pergunto, se a pessoa começa a oração pela lamentação, pela dor, pelo desespero e depois ela começa a pedir, pedir e pedir, qual sintonia ela vai fazer? Nenhuma! Simplesmente porque o padrão de inicialmente sofrer e posteriormente pedir apenas por interesses pessoais, faz com que a sintonia ou conexão com as fontes superiores não aconteça.

- Mas, eu acho que quase 100% das pessoas rezam assim. Eu mesmo aprendi que, quando as coisas estão difíceis, devemos rezar. E também já rezei muitas vezes cheio de dores emocionais e lamentações.

- É por isso que eu disse que vocês não sabem rezar. Mas, ainda quero lhe explicar algo:
É o fenômeno 3:00 da manhã.
Porque a oração das pessoas alimenta o campo energético sutil do planeta, assim como as emoções desenfreadas, os sofrimentos, as dores e as guerras.
Quando esse campo de energia fica muito pesado por conta dos equívocos na Terra, a energia da oração é mais do que nunca necessária para que esse psiquismo seja transmutado.

Ocorre que existe um sistema natural que mede esse padrão diariamente (eu abordei profundamente esse tema no livro Ativações Espirituais, no capítulo 1). Ele pede que a energia planetária seja reciclada diariamente e essa ação só é possível com a força da oração das pessoas na Terra. Assim sendo, quando a quantidade de energia de oração não é suficiente, elas são acordadas de seus sonos por volta de 3:00h da manhã, com o intuito de que façam uma oração para a faxina energética do psiquismo planetário.

- Uau!!! - Essa foi a minha reação depois da sua explicação, porque além de fazer todo o sentido, essa situação já tinha acontecido muito comigo.

- E neste caso, a pessoa precisa fazer uma oração simples de dez minutos e tudo se resolve. Então, ela volta a dormir. O fato é que se ela soubesse fazer uma oração conectada antes de dormir, ela não seria acordada as 3:00h da madrugada para rezar, pois sua “lição de casa” já estaria feita!

O resto dessa conversa eu não consigo contar nesse texto, pois é muito longa, mas o fato é que essa foi a experiência espiritual que tive diretamente de um lugar muito especial no plano extrafísico.  Depois de ter estudado tanto a ciência da oração, eu simplesmente pude comprová-la pela explicação de um amparador espiritual. No entanto, para que esse texto não passe da conta no tamanho, eu vou resumir os principais passos de uma oração conectada e eu espero que você comece a fazer já, agora!




PASSO 1 - ELEVAÇÃO

Respire fundo várias vezes (vinte vezes é um bom número). Quando eu digo respirar fundo, é respirar fundo mesmo!
Então, concentre-se em tudo pelo que você é grato. Agradeça a dádiva da vida, agradeça a bênção da sua família, a sua saúde, o seu trabalho, os seus animais de estimação. O segredo aqui é você se envolver em um sentimento genuíno de gratidão por tudo. Eu sei que nem tudo na vida é alegria, mas nessa etapa, você não deve ficar se lembrando do que é ruim ou o que não está bom. O seu foco é nas coisas boas que a vida lhe trouxe!


PASSO 2 – CONEXÃO

Agora que você relaxou com respirações profundas e que elevou o seu sentimento de gratidão, direcione uma intenção para que a energia da oração seja oferecida para todas as pessoas que rezam também. Você não precisa saber quem são as pessoas que rezam, onde elas estão e que horas elas rezam. Nada disso importa, mas apenas que você direcione a sua intenção para que a força da sua oração alimente com bênçãos a conexão de todas as pessoas que também rezam.


PASSO 3 – AJUDA AO MUNDO

Agora você coloca uma intenção desejando que a energia da oração, que está ampla e conectada, seja oferecida para todas as pessoas e situações do mundo que você quer enviar.
Envie a intenção da oração para os líderes do mundo: religiosos, sociais, políticos;
Envie a intenção da oração para os hospitais: comuns, psiquiátricos, de câncer e os do plano espiritual;
Envie a intenção da oração para todas as creches, orfanatos, casas de caridade e ONG´s que trabalham ajudando mais pessoas;
Envie a intenção da oração para todas as zonas de refugiados e regiões de guerra;
Envie a intenção da oração para regiões que sofreram catástrofes e tragédias;
Siga a sua intuição e envie a sua intenção de oração para outras pessoas e situações.


PASSO 4 – EU MEREÇO!

Agora direcione a sua energia de intenção da oração para os seu projetos de vida, para os seus sonhos, sua família e suas realizações. Fique à vontade para deliciar-se nessa energia, focando em tudo que você acha que precisa. Você também pode enviar energias elevadas para pessoas próximas que você acha que precisam de ajuda, bem como para lugares e animais de estimação.
Nesse momento, basta que você mentalize fortemente a pessoa, a situação, o sonho, o projeto, o interesse pessoal, o lugar ou o animal de estimação, que a força da energia da oração irá atuar.
Finalize a oração em estado de leveza e gratidão e sinta a paz do momento!





**RESUMO**

ORAÇÃO CONECTADA DE 4 ETAPAS – SIGA A SEQUÊNCIA E TRANSFORME A SUA VIDA

1- Eleve o seu pensamento, expressando gratidão, e respire profundamente vinte vezes;

2- Ofereça a energia da oração para outras pessoas que também rezam, não importa onde e nem o horário, apenas direcione a sua intenção. Sinta a energia se expandir com essa intenção;

3- Ofereça a intenção de oração para várias causas do mundo que precisem de uma energia superior;

4- Banhe-se nas virtudes de uma oração conectada. Direcione a intenção para os seus pedidos pessoais.

***  *** *** 


Você já fez uma oração hoje?

...


13.10.13

303: Você ama seu corpo? Como está sua autoestima?

Ame-se incondicionalmente!

Olá!
Sei que há tempos não escrevo por aqui, mas hoje estou cheia de novidades importantes: mudei de profissão, estou saindo oficialmente da área de Comércio Exterior pois virei "Coach", ou seja, trabalho com Coaching, você conhece esta profissão? Estou completamente apaixonada por esta área. Comentarei mais sobre isso na próxima publicação, ok?


Por enquanto gostaria de deixar um dos textos que mais amei até hoje. Realmente está entre meus favoritos. Pois se tivesse que resumir em poucas palavras o que considero ser uma das atitudes que mais contribui para nossa felicidade, eu diria: Amar-se incondicionalmente! Ms se é tão relevante, por que parece ser algo tão desafiante? Talvez algumas razões estejam diretamente ligadas ao modo como fomos educados para ver o mundo, que tal esta reflexão abaixo?

Eu me amo!

Quando sua mãe diz que é gorda

Por Kasey Edwards
Querida mãe,
Eu tinha sete anos quando descobri que você era gorda, feia e horrorosa.
Até então, eu acreditava que você era linda – em todos os sentidos da palavra. Eu lembro de fuçar os antigos álbuns e ficar um bom tempo olhando para fotos suas no deck de um barco. Seu maiô branco, tomara que caia, parecia glamuroso como o de uma estrela de cinema. Sempre que eu tinha a chance, tirava aquele maiô maravilhoso do fundo do seu armário e ficava imaginando quando é que eu seria grande o suficiente para vesti-lo, quando é que eu seria como você.


Mas numa noite, tudo isso mudou. Estávamos todos vestidos para uma festa e você me disse: “Olha para você, tão magra e bonita. E olha para mim, gorda, feia, horrorosa.”
De primeira, não entendi o que você quis dizer.
“Você não é gorda.” - eu disse, inocente e com sinceridade - ao que você respondeu, “Sim, eu sou, querida. Sempre fui gorda, desde criança.”
Nos dias seguintes, eu tive algumas revelações doloridas, que moldaram a minha vida toda. Concluí que:
1. você deveria ser mesmo gorda, porque mães não mentem.
2. gordo é sinônimo de feio e horroroso.
3. quando eu crescesse, seria como você e, portanto, seria gorda, feia e horrorosa também.



Passados alguns anos, eu revivi essa conversa e todas as centenas de outras que vieram depois e tive muita raiva de você. Por não se julgar atraente ou digna de atenção. Por ser tão insegura. Porque, como meu grande modelo de mulher, você me ensinou a agir assim também.
A cada careta que você fazia em frente ao espelho, a cada nova dieta do momento que iria mudar sua vida, a cada colherada culpada de “ai, eu não devia”, eu aprendia que mulheres deveriam ser magras para serem dignas e socialmente aceitas. Que meninas deveriam passar por privações porque a maior contribuição delas para o mundo era a aparência física.


Exatamente como você, eu passei a minha vida inteira me sentindo gorda – (nem sei quando foi que “gorda” se tornou um sentimento). E porque eu acreditava que era gorda, também me achava imprestável.
Mas os anos se passaram. Sou mãe. E sei que te culpar por minha péssima relação com meu corpo é inútil e injusto. Hoje entendo que você também é um produto de uma longa linhagem de mulheres que foram ensinadas a se odiar.
Olha só para o exemplo que a vovó te deu. Era uma vítima da própria aparência, e fez regime todos os dias da vida dela até morrer, aos 79 anos. Costumava se maquiar para ir ao correio, por medo de alguém vê-la de cara lavada.



Eu lembro do “suporte” que ela te deu quando você anunciou que papai tinha te deixado por outra mulher. O primeiro comentário dela foi, “Eu não entendo porque ele te deixaria. Você se cuida, usa batom. Entendo que você esteja acima do peso, mas não é muito.”
Papai também não te acalentava.
“Meu Deus, Jan”, uma vez ouvi ele te dizer. “Não é difícil. Calorias consumidas x calorias gastas. Se você quer perder peso, você só tem que comer menos.”
Aquela noite, no jantar, eu assisti você implementar essa dica milagrosa de emagrecimento do papai. Você preparou um chow mein para o jantar (se lembra como, nos anos 80, no subúrbio da Austrália, essa combinação de carne moída, repolho e shoyu era considerada o melhor da culinária exótica?). A comida de todo mundo estava em um prato comum, mas a sua estava em um pratinho de sobremesa.


Enquanto você sentava em frente a sua patética porção de carne moída, lágrimas silenciosas escorriam pelo seu rosto. Eu não disse nada. Nem quando os seus ombros começaram a curvar por causa do seu incomodo. Ninguém te amparou. Ninguém te disse para deixar de ser ridícula e se servir um prato decente. Ninguém te disse que você já era amada, já era boa o suficiente. Suas conquistas e seu valor – como professora de crianças com necessidades especiais e mãe de três filhos – eram repetidamente reduzidas à insignificância quando comparadas aos centímetros de cintura que você não conseguia perder.
Me despedaçou o coração testemunhar seu desespero, e sinto muito por não ter te defendido. Eu já tinha aprendido, àquela altura, que você ser gorda era culpa sua. Eu tinha ouvido papai falar de perder peso como um processo “muito simples” – coisa que, ainda assim, você não conseguia fazer. A lição: você não merecia comer e com certeza não merecia nenhuma compreensão.



Mas eu estava errada, mãe. Hoje eu entendo o que é crescer em uma sociedade que diz para as mulheres que a beleza delas é o que mais importa, e, ao mesmo tempo, define padrões estéticos absoluta e eternamente fora de alcance. Eu também entendo a dor que é internalizar essas mensagens. Nós acabamos nos tornando nossos próprios carcereiros e nos impomos punições sempre que não conseguimos chegar lá. Ninguém é mais cruel conosco do que nós mesmas.
Mas essa maluquice precisa acabar, mãe.
Acaba com você, acaba comigo. Acaba agora. Merecemos mais – mais que ter dias horríveis por pensamentos ligados a nossa péssima forma física, desejando que ela fosse diferente. E não é mais só sobre você e eu. É também sobre a Violet. Sua neta tem apenas 3 anos e eu não quero que esse ódio ao corpo tome conta dela e estrangule sua felicidade, sua confiança, seu potencial. Eu não quero que ela acredite que a aparência é o maior ativo que ela possui, e que vai definir o valor dela no mundo. Quando a Violet nos olha para aprender a ser uma mulher, precisamos ser os melhores modelos que pudermos. Precisamos mostrar para ela, com palavras e com as nossas ações, que as mulheres são boas o suficiente exatamente como são. E para ela acreditar, nós precisamos acreditar primeiro.



Quanto mais velhas ficamos, mais pessoas queridas perdemos, doentes ou em acidentes. A perda é sempre trágica, sempre muito precoce. Às vezes eu penso o que essas pessoas não dariam para ter mais tempo num corpo saudável. Um corpo que as permitisse viver um pouco mais. O tamanho das coxas ou os pés de galinha não importariam. Seria vivo, e portanto seria perfeito.
O seu corpo é perfeito.
Ele te permite desarmar todo mundo com seu sorriso, contaminar cada um com sua risada. Te dá seus braços para envolver a Violet e apertá-la até ela gargalhar. Cada momento que gastamos nos preocupando com a nossa forma física é um momento jogado fora, um pedaço precioso de vida que a gente não vai recuperar nunca mais.



Vamos honrar e respeitar nossos corpos pelo que eles fazem ao invés de desprezá-los pelo que eles são. Vamos manter o foco em viver vidas saudáveis e ativas, deixar nosso peso de lado e largar nosso ódio ao corpo no passado, que é onde ele merece ficar.
Quando eu olhava para aquela foto sua de maiô branco anos atrás, meus olhos inocentes de criança enxergavam a verdade. Eu via amor incondicional, beleza e sabedoria. Eu via a minha mãe.
Com amor,
Kasey.
NotaTexto original em inglês, escrito por Kasey Edwards e publicado no Daily Life. Traduzimos com a autorização da autora. Agradecemos.
Kasey Edwards passou mais de uma década escalando os degraus corporativos como consultora até acordar uma manhã e descobrir que não queria mais ir ao trabalho. Nunca mais. Mistura humor, irreverência e muita pesquisa para escrever sobre satisfação no trabalho, maternidade, FIV, auto-estima e imagem. Mora em Melbourne com seu marido e a filha, e é autora de quatro best-sellers

Simplesmente... ame-se!

...

PS.: Minha mãezinha sempre foi magra e feliz, mas sinto que este texto serve para qualquer pessoa quando há muita auto crítica e não conseguimos ver a beleza de nosso "Eu Verdadeiro."

Te amo MÃE!
Eu e minha Mãe em Washington DC há alguns anos...